oportunidade

Indústria de papéis investe R$ 70 milhões em Pombos e irá gerar 262 novos empregos

Previsão é de que parte da operação comece ainda este ano, dando preferência para contratação de mão de obra local

Lucas Moraes
Lucas Moraes
Publicado em 14/09/2020 às 18:52
Notícia

Reprodução
Matriz da OL Papéis fica na Bahia. Filial pernambucana será instalada no município de Pombos - FOTO: Reprodução
Leitura:

A OL Indústria de Papéis montará em Pombos, Agreste pernambucano, sua nova planta para produção de fraldas descartáveis, papel higiênico e papel toalha. Investimento de R$ 70 milhões, a fábrica deverá gerar 262 novos empregos diretos na região, tendo como contrapartida incentivo fiscal de crédito presumido de até 90% do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

De acordo com o sócio-diretor da OL Papéis, Valdecir Roberto Bechel, o início da operação está previsto para inda este ano. Quando na capacidade máxima, a planta irá funcionar em três turnos, produzindo até 18 milhões de fraldas ao mês e 200 mil fardos de papéis.

"Estamos na fase de construção, avançando na terraplanagem. A previsão é daqui a 60 dias estar com os galpões cobertos. Começaremos a receber o equipamento na segunda quinzena de novembro, tendo o start previsto para dezembro (produção de papel) e parte de produção da fralda começando em janeiro", prevê Bechel. 

Para cumprir o calendário, a fabricante já está com processo seletivo aberto. No Estado, já foi formada uma equipe de 60 pessoas. "Estamos contratando já na área administrativa, área de produção e manutenção. Estamos com vagas abertas para várias áreas e, à medida que vai avançando a entrega de equipamentos, vamos contratando mais pessoas. Inicialmente, 60 pessoas nessa primeira etapa, privilegiando a população dos municípios de Vitória, Pombos e até mesmo do Grande Recife", reforça Bechel. 

A filial pernambucana irá atender, além do Estado, Alagoas, Rio Grande do Norte e Paraíba. A instalação em Pombos ocupa uma área de 4,18 hectares, e ajudará a companhia a elevar a cartela de clientes dos atuais 70 para até 1 mil em Pernambuco dentro do prazo e um ano em funcionamento. 

A vinda ao Estado, contempla uma demanda logística, mas também tributária. Como contrapartida para atrair o investimento, o governo de Pernambuco deve conceder, até 2032, o incentivo fiscal de crédito presumido do ICMS, de até 90%. O percentual é correspondente à redução do saldo devedor do imposto apurado em cada período fiscal, enquadrado nas normas de habilitação do Programa de Estímulo à Indústria (Proind).

A OL Papéis possui seis marcas próprias na linha de papéis e fraldas descartáveis (Familiar Soft, Familiar Supremo, VeludVip, Absoluto, Absoluto Decor e Fofura Baby) e na Bahia, onde está localizada a matriz, contabiliza mais de 3 mil clientes. Grandes redes varejistas, como Grupo Big, Sendas (Assaí), Carrefour (Atacadão) e Cencosud (GBarbosa) compõem esse grupo, que deverá ser acrescido a clientes menores que terão a atuação de logística da OL mais próxima. 

Vagas e inscrição

Iniciando o time com 60 contratações, a OL ainda aumentará a conta de novos funcionários até atingir a capacidade máxima de produção. No Estado, a empresa está atuando com uma equipe própria de RH e tem divulgado as oportunidades através da página no Linkedin. 

De acordo com o governo do Estado, de janeiro até julho deste ano, foram aprovados 50 novos projetos de implantação ou expansão de indústrias, centrais de distribuição e importadoras em solo pernambucano.


 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias