TURISMO

Aeroporto do Recife deve superar Salvador e Fortaleza e receber 43% a mais de voos diários em outubro

Estima-se que o Aeroporto Internacional do Recife alcance 3.592 pousos e decolagens ao longo de outubro

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 07/10/2020 às 7:29
Notícia

BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
O terminal da capital pernambucana deverá contar com média de 116 voos por dia - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

Após a  movimentação de passageiros no Aeroporto Internacional dos Guararapes, na Zona Sul do Recife, ter um aumento de 443,30% entre abril e agosto deste ano, a expectativa é que esses números continuem crescendo em outubro, de acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e a Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur). Impulsionado pelo feriadão de Nossa Senhora Aparecida, entre o sábado (10) e a segunda (12), o terminal da capital pernambucana deverá contar com média de 116 voos por dia. O valor representa um aumento de 43% em relação à média diária prevista para setembro.

» Movimentação de passageiros no Aeroporto do Recife teve aumento de 443% de abril a agosto

» Saiba como é embarcar no Aeroporto do Recife durante a pandemia

O fluxo diário médio no terminal pernambucano supera outras capitais, como Salvador (com 82 voos) e Fortaleza, (55). Em uma expectativa mensal, estima-se que o Aeroporto Internacional do Recife alcance
3.592 pousos e decolagens ao longo de outubro. A expectativa para Salvador é de 2.532 voos, enquanto Fortaleza projeta 1.720.

“A retomada do Turismo em Pernambuco é fruto do esforço do Governo do Estado em seguir o Plano de Convivência para o setor. Esse planejamento bem articulado com diversos colaboradores do trade, como
as companhias aéreas, por exemplo, nos ajuda na afirmação de Pernambuco como um destino de peso na região e no Brasil “, destaca o secretário de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes.

Ligações diretas

A posição da malha aérea em outubro foi projetada a partir de 23 ligações diretas realizadas a partir do Aeroporto do Recife, sendo 21 delas para destinos nacionais e mais duas voltadas a destinos internacionais.
São eles: Aracaju, Belém, Brasília, Campina Grande, Confins, Fernando de Noronha, Fortaleza, João Pessoa, Juazeiro do Norte, Maceió, Manaus, Natal, Petrolina, Rio de Janeiro (Galeão e Santos Dumont), Salvador, São Luís, São Paulo (Congonhas, Guarulhos, Campinas), Teresina, Lisboa, em Portugal e Ilha do Sal, em Cabo Verde. A previsão da Anac aponta todos os voos autorizados a serem realizados pelas companhias aéreas, cabendo às empresas a confirmação e operação das rotas. 

» Aeroporto do Recife contabiliza crescimento de 157% na movimentação de passageiros no mês de julho

Movimentação

No mês de agosto, segundo a Empetur, o terminal da capital pernambucana, principal porta de entrada do Estado, contabilizou 240 mil pessoas chegando e partindo, um número bem acima dos do início da pandemia, em abril, quando os registros beiravam os 44 mil.

Com a retomada gradual do turismo em Pernambuco, destinos como Porto de Galinhas já sentem o retorno dos visitantes do Sudeste e Sul do País. Para a volta da atividade, dentro do Plano de Convivência do Turismo, foram criados 12 protocolos de segurança. As medidas contemplam segmentos como hotéis, atrativos turísticos, restaurantes e guias de turismo.

“A retomada gradual das atividades do turismo em Pernambuco foi discutida pelo governo do Estado com o trade turístico, para que pudéssemos oferecer a maior segurança para os visitantes e pernambucanos. Esse cuidado se reflete nos bons números que temos registrado na movimentação de passageiros a cada mês. Somado a isso, nossa malha aérea também se expande e já permite observar a volta de turistas de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e do Sul do Brasil a Porto de Galinhas”, afirmou o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes.

Malha aérea

O crescimento da malha aérea de Pernambuco em setembro, previsto para ser 33% maior que em agosto, aponta que os números seguirão aumentando. De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), estão previstos 81 pousos e decolagens diários neste mês.

E para além dos números da malha aérea, outros dados permitem observar o ritmo de retomada do turismo em Pernambuco. Levantamento feito pelo IBGE revela o crescimento de 18,9% do índice de atividades turísticas em julho. O resultado colocou o Estado em primeiro lugar do País, ultrapassando a média nacional de 4,8%.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias