Carrefour Brasil confirma ''negociações preliminares'' para venda a grupo canadense

A empresa canadense Couche-Tard é detentora de um rede de lojas de conveniência na América do Norte e Europa, bem como de postos de gasolina

Lucas Moraes
Lucas Moraes
Publicado em 13/01/2021 às 18:26
Notícia

AFP / Vanderlei Almeida
Carrefour Brasil confirmou, nesta quarta-feira (13), o início de negociação - FOTO: AFP / Vanderlei Almeida
Leitura:

O grupo Carrefour Brasil confirmou, nesta quarta-feira (13), o início de negociação para um projeto de combinação entre o seu acionista controlador, Carrefour S.A. (Carrefour França), e o grupo canadense Alimentation Couche-Tard (Couche-Tard). De acordo com o fato relevante divulgado pelo Carrefour Brasil, o Carrefour França declarou que as negociações se iniciaram "por um contato amigável da Couche-Tard" e estão em "fase preliminar".

A empresa canadense é detentora de uma rede lojas de conveniência, bem como de postos de gasolina. Estima-se que com a combinação dos dois grupos varejistas, o valor de mercado das companhias superaria os US$ 50 bilhões de dólares. Com o negócio, a Couche-Tard teria a oportunidade de diversificar seus negócios e expandir sua presença na Europa e América Latina - áreas de atuação do Carrefour. 

De acordo com uma fonte ouvida pelo jornal Valor Econômico, nas análises feitas pelos canadenses da Alimentation Couche-Tard, dentro do plano de aquisição, o Carrefour é avaliado para compra por valor de ação entre 20 a 22 euros, o que resultaria numa transação entre 16,5 bilhões a 18 bilhões de euros. 

A Couche-Tard tem uma rede de mais de 9.000 lojas de conveniência na América do Norte, além de quase 3 mil pontos na Europa. 

O Carrefour é a segunda maior rede varejista de alimentos da França, com quase 2 mil supermercados e pouco mais de 700 hipermercados na Europa. No Brasil, o Carrefour é o maior varejista alimentar, com 72 mil colaboradores, atendendo em mais de 498 lojas em 26 estados + DF.

 

Comentários

Últimas notícias