Covid-19

Flexibilização do horário de funcionamento de bares e restaurantes de Pernambuco traz alívio ao setor

Em algumas regiões, os 'serviços de alimentação' vão poder funcionar até as 22h, de segunda a sexta, e até as 21h, nos fins de semana e feriado, desde que apenas 50% da sua capacidade esteja ocupada

Renata Monteiro
Cadastrado por
Renata Monteiro
Publicado em 17/06/2021 às 19:04 | Atualizado em 17/06/2021 às 23:56
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
IMUNIZAÇÃO Para entrar em bares e restaurantes, consumidor terá que comprovar ciclo vacinal anticovid completo - FOTO: YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Após o Governo de Pernambuco anunciar, nesta quinta-feira (17), a flexibilização de novas atividades econômicas, entre elas o funcionamento de bares e restaurantes em todo o Estado, inclusive nos fins de semana, o presidente da Associação dos Bares e Restaurantes em Pernambuco (Abrasel-PE), André Luiz Araújo, afirmou que as mudanças vão fazer "muita diferença" e podem significar a entrada do setor em uma fase de "retomada irreversível".

Segundo o Executivo estadual, agora, nas Macrorregiões I e IV, os chamados "Serviços de alimentação" vão poder funcionar até as 22h em dias de semana e até as 21h nos fins de semana e feriado, desde que com apenas 50% da capacidade do local. Música ao vivo permanece proibida nesses estabelecimentos. Na Macrorregião III valem as mesmas regras, a exceção é que os bares e restaurantes só poderão funcionar até as 18h.

>> Governo de Pernambuco flexibiliza novas atividades no Estado a partir de 21/06. Entenda

>> Pernambuco atinge 87% de ocupação nas UTIs públicas de covid-19, menor taxa desde fevereiro

>> Esportes coletivos profissionais e recreativos estão liberados em Pernambuco

>> Shopping Centers terão horário de funcionamento ampliado em Pernambuco. Veja as mudanças

>> Funcionamento do comércio de praia em Pernambuco deverá ser definido pelas prefeituras a partir de 21/06

'"Essa era uma reivindicação antiga nossa. São duas horas que fazem muita diferença para o nosso setor, que vem sofrendo muito. Praticamente desde janeiro que a gente vem com essas restrições sérias. São mais de cinco meses e foi a fase mais dura da pandemia. Foi onde houve a maior velocidade de fechamento de empresas. O dano foi muito grande, mas, felizmente, agora com a queda nas taxas de ocupação de leitos e com o avanço da vacinação, a gente entra numa fase de retomada irreversível, esperamos", declarou André Luiz Araújo.

O presidente da Abrasel-PE acrescentou, ainda, que apesar dos bons números apresentados hoje pelo governo estadual, os estabelecimentos pernambucanos continuarão obedecendo a todos os protocolos para evitar a proliferação do coronavírus. "Apesar de um retorno lento, acreditamos que trata-se de um caminho sem volta a partir da vacinação acelerada. Mas, mesmo assim, continuamos atendendo aos protocolos sanitários, como uso de máscara, o uso de álcool gel e lavagem das mãos", pontuou.

artes jc
Novo plano de convivencia - artes jc

artes jc
Plano de convivencia - artes jc

LEITOS DE UTI

O Governo de Pernambuco anunciou, nesta quinta-feira (17), que atingiu a menor ocupação nos leitos públicos de terapia intensiva para pacientes com SRAG desde fevereiro deste ano: 87%. Com esse percentual, o Estado zerou a fila de espera por vagas por leitos deste tipo.

Em pronunciamento feito durante a tarde, o governador Paulo Câmara comemorou a marca, mas reforçou que a população deve seguir cumprindo todos os protocolos para evitar a proliferação do coronavírus, como usar máscara, não estar em aglomerações e ajudar pessoas que ainda não se vacinaram, mesmo que já sejam elegíveis a receber o imunizante.

ARTE/JC
. - FOTO:ARTE/JC
ARTE/JC
. - FOTO:ARTE/JC

Comentários

Últimas notícias