FEIRAS

Com números da covid-19 em queda, Geraldão, no Recife, deve receber feira com mais de 100 expositores

Calendário de eventos do ginásio será reaberto após cerca de oito anos, contando o período de reforma e o tempo que passou fechado por causa da pandemia

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 23/07/2021 às 10:39
Notícia
Eduardo Júnior/Divulgação
O Bazar Prime que nos anos anteriores reuniu em média mais de 35 mil pessoas - FOTO: Eduardo Júnior/Divulgação
Leitura:

Com Pernambuco experimentando redução nos números de casos e mortes por covid-19, o Ginásio Geraldo Magalhães, mais conhecido como Geraldão, no bairro da Imbiribeira, Zona Sul do Recife, já se prepara para receber reabrir seu calendário de eventos, após cerca de oito anos, contando o período de reforma e o tempo que passou fechado por causa da pandemia.

A oitava edição do Bazar Prime será a responsável por dar o pontapé inicial ao retorno dos eventos no maior ginásio da cidade. A feira, que nos anos anteriores chegou a reunir em média mais de 35 mil pessoas, está marcada para ser realizada de 1 a 5 de dezembro de 2021, contando, portanto, com cinco dias e não mais três, como nas últimas edições.

Não há custo para visitar o evento. Isso porque a entrada é gratuita. Mas há a opção de a pessoa levar 1kg de alimento não-perecível, que será doado para instituições beneficentes, como o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip) e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

Adaptações

De acordo com a organizadora do Bazar Prime, Sílvia Furtado, essa edição precisou fazer algumas adaptações para poder sair do papel. Entre elas, a redução da quantidade de expositores de 300 para 117 que comercializarão produtos com descontos de 30% a 70%.

"Estamos prontos para essa retomada. Nos preparamos para receber nossos expositores e o público com total segurança para que possa realizar suas compras para o final de ano com tranquilidade. Neste momento em que retomamos as atividades, nossa principal preocupação é oferecer saúde e bem-estar para todos", destacou Sílvia Furtado

Comentários

Últimas notícias