PROCESSO SELETIVO

Prefeitura de Olinda terá novo concurso público com 200 vagas; veja os detalhes

O novo certame em Olinda era uma pedido antigo dos concurseiros, visto que a cidade não lança editais há 10 anos

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 28/07/2021 às 7:03
Notícia
ARQUIMEDES SANTOS/SECOM OLINDA
OLINDA Aval para novo concurso foi assinado pelo prefeito Professor Lupércio - FOTO: ARQUIMEDES SANTOS/SECOM OLINDA
Leitura:

Prefeitura de Olinda, no Grande Recife, terá um novo concurso público após dez anos sem realizar certames. Isso porque o prefeito do município, Professor Lupércio (Solidariedade), autorizou o processo seletivo, que deve ser realizado em 2022 e contar com 200 vagas. O aval do gestor olindense foi dado na última segunda-feira (26).

A portaria assinada pelo prefeito define a comissão que vai elaborar o novo certame, cujas vagas são destinadas à Secretaria de Educação da cidade. "A comissão instituída vai conduzir todo processo licitatório necessário para a realização do concurso. É a partir dele que será definida a empresa que vai elaborar as provas", afirma comunicado da prefeitura.

Segundo o documento, o colegiado será composto por servidores da Secretaria de Gestão de Pessoas e Administração, da Secretaria de Educação e da Procuradoria Geral do Município. Ao todo, somando titulares e suplentes, a comissão contará com dez membros.

Último concurso de Olinda

O novo certame em Olinda era uma pedido antigo dos concurseiros, visto que a última vez que a cidade lançou um edital de concurso foi em 2011, cuja banca organizadora foi o Instituto de Apoio à Universidade de Pernambuco (Iaupe).

Há 10 anos, o processo seletivo contou com 344 vagas para diversos cargos, como Auditor Fiscal da Fazenda Municipal; Médico em várias especialidades; Procurador Municipal; Professor em várias áreas; Técnico de Nível Superior; Agente de Trânsito e Transporte; Guarda Municipal; Técnico Administrativo; Técnico da Fazenda Municipal; e Técnico em Segurança do Trabalho, além de Professor.

Os salários variavam de R$ 529,61 a R$ 2.032,67, conforme a função desejada e carga horária de trabalho. Além disso, algumas funções também ofereciam gratificações que chegavam a R$ 6.767,00.

O concurso foi composto de provas objetivas, prova prática, avaliação de títulos, teste de aptidão física e avaliação psicológica, dependendo do cargo. Os exames foram realizados tanto em Olinda, quanto no Recife.

As provas para os professores contaram com questões de Língua Portuguesa, Conhecimentos Pedagógicos e Conhecimentos Específicos. Já a carga horária para os aprovados e nomeados era 150h/a mensais mais uma gratificação de difícil acesso, quando coubesse.

Comentários

Últimas notícias