Especial Balanço Empresarial

Datamétrica soube aproveitar oportunidades e turbinou o lucro durante a pandemia

Necessidade do distanciamento social por conta da questão sanitária fez com que várias empresas adotassem o atendimento remoto e as empresas de call center se beneficiaram

Adriana Guarda
Adriana Guarda
Publicado em 05/10/2021 às 7:00
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
HOME OFFICE Muitos funcionários foram trabalhar em casa durante a pandemia. Apenas os que atendem o setor financeiro ficaram em regime presencial - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Quando a pandemia da covid-19 chegou no Brasil, a pernambucana Datamétrica se apressou em buscar alternativas para sobreviver à crise sanitária sem maiores prejuízos. No final de 2020 comemorou um crescimento de 439% no lucro líquido, que se multiplicou de R$ 1,3 milhões para R$ 7 milhões. Com este resultado, a Datamétrica ocupa o primeiro lugar no ranking do Balanço Empresarial - Maiores e Melhores 2021, na categoria variação do lucro líquido. Nesta 15ª edição, o levantamento analisou as demonstrações financeiras de 240 empresas com negócios em Pernambuco em 2020. Nesta 15ª edição, o levantamento analisou as demonstrações financeiras de 240 empresas com negócios em Pernambuco em 2020. 

Graças a sua expertise no setor de telemarketing, a Datamétrica se destacou exatamente na sua operação de call center para avançar em 2020, a despeito da pandemia. Nos quadros da empresa há 16 anos, o diretor financeiro Alexandre Jatobá, afirma que a empresa foi rápida em planejar e executar uma estratégia. "Fomos muito ágeis em migrar nossas operações para a modalidade de home office. Duas semanas após a pandemia ser decretada já estávamos com 70% do nosso pessoal atendendo em casa. Só não fizemos a migração de 100% porque esses 30% restantes atendem o setor financeiro e, por conta de segurança das informações precisou permanecer presencial", destaca o executivo.  

FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
DATAMETRICA - Call Center (Alexandre Jatoba - Dir. Financeiro) - FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM

Com boa parte dos operadores trabalhando em casa foi possível reorganizar as posições de atendimento dentro da empresa e manter o distanciamento social. Para os que formam trabalhar em casa, a Datamétrica ofereceu treinamento e investiu em equipamentos para que em nenhum momento os clientes percebessem qualquer diferença entre o atendimento no call center e em casa. "Um segundo fator de oportunidade no ano passado foi o fato de que muitas empresas tiveram que fechar seus estabelecimentos por conta da pandemia. Com isso, o call center tornou-se um canal de comunicação entre os clientes e as empresas", afirma Jatobá. 

Dessa forma, uma parte dos atendimentos que eram presenciais, passaram a acontecer a partir do call center e a 'explodir' o número de operações. O diretor financeiro diz que a partir deste mês, com o atendimento a um novo cliente, a Datamétrica vai alcançar 1.600 posições de atendimento, contra 1.100 anteriormente. Isso significa um aumento dos empregos de 2.100 para 3.300.

Um terceiro fator apontado pela empresa para o resultado de 2020 foi o aumento da demanda em setores alinhados ao perfil da Datamétrica, como setor público, área de saúde, empresas de energia e outras. O bom resultado do home office durante a pandemia deverá se tornar uma tendência na Datamétrica, a não ser nos casos com exigência contratual de retorno. A questão é avaliar se os níveis de produtividade (tempo que as pessoas estão em atendimento no seu horário de trabalho. 

CITEPE 

Outra empresa que chamou atenção no ranking das Maiores e Melhores 2021, categoria de valorização do lucro líquido foi a Citepe. Idealizador do Balanço Empresarial, o economista e contabilista José Emílio Calado recorda os anos em que a empresa era controlada pela Petrobras. "Desde que foi inaugurada, a Citepe dava prejuízo ano a ano e parecia que ia comprometer o desempenho do Complexo de Suape. Mas depois foi privatizada e passou a gerar receita e lucro, como mostra o levantamento", observa.  

Comprada pelos mexicanos da Alpek, em maio de 2018, a Citepe começou a inverter sua trajetória de queda. No ano passado, o crescimento do lucro líquido foi de 408%, passando de R$ 37,3 milhões para R$ 189,4 milhões. O JC procurou a Citepe para comentar o desempenho positivo, mas não obteve retorno. 

No complexo industrial localizado em Suape, a Citepe produz resinas PET para o setor de embalagens e filamentos texturizados de poliéster, que atende o setor têxtil. A companhia tem capacidade para produzir 450 mil toneladas por ano de PET e 96 mil toneladas por ano de fios texturizados por ano. 

BALANÇO EMPRESARIAL

Realizado desde 2007, o Balanço Empresarial foi criado por José Emílio Calado para acompanhar o desempenho do parque empresarial pernambucano. O levantamento é baseado nas demonstrações financeiras divulgadas, anualmente, pelas empresas no Diário Oficial de Pernambuco. Para elaborar os rankings são avaliados oito indicadores: ativo, receita líquida, variação da receita líquida, lucro líquido, variação do lucro líquido, crescimento do ativo imobilizado, rentabilidade do patrimônio líquido e margem líquida. Desde o último dia 27, o JC está publicando uma série de reportagens  sobre as empresas melhores ranqueadas e como elas conseguiram vencer a pandemia. As matérias são publicadas às segundas e terças-feiras. 

FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
DATAMETRICA - Call Center (Alexandre Jatoba - Dir. Financeiro) - FOTO:FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM

Comentários

Últimas notícias