CARREIRA MILITAR

Com salários de quase R$ 5 mil, entenda a carreira seguida na Escola de Sargentos do Exército em Pernambuco

A formação na Escola de Sargentos equivale a uma graduação, já que se trata de um curso tecnólogo

Lucas Moraes
Cadastrado por
Lucas Moraes
Publicado em 22/10/2021 às 11:02 | Atualizado em 22/10/2021 às 11:02
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
A nova Escola de Sargentos, no município de Abreu e Lima, deverá gerar mais de 2,4 mil oportunidades para jovens pernambucanos que desejam seguir carreira militar - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

A nova Escola de Sargentos que chegará a Pernambuco deve atrair 10 mil pessoas ao Estado em busca de formação para seguir na carreira militar. Instituição de ensino de nível superior, a unidade será responsável pela formação e graduação de sargentos combatentes de carreira das armas de Infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia e Comunicações. A nova Escola também formará militares do quadro de Material Bélico, Serviço de Saúde, Música, Topografia e Aviação do Exército, que ao fim do processo poderão receber uma remuneração de R$ 4.896,32. 

O valor da remuneração corresponde ao posto de 3º Sargento. Essa é a graduação mais operacional de um sargento, por ser a posição inicial da carreira, operacionalmente ele é o líder das pequenas frações (grupo de combate). O 3º Sargento é promovido a 2º Sargento após completar cerca de oito anos de serviço como 3º Sargento, podendo seguir a carreira evoluindo para 1º Sargento, Oficial do Quadro Auxiliar e a Reserva Remunerada.

Dentro de dois anos, quem ingressa na Escola de Sargentos tem a formação  dividida em duas etapas. O período de formação básica acontece em 12 Organizações Militares de Corpo de Tropa (OMCT), supervisionadas pela ESA, espalhadas em todo o território nacional. A duração do período básico é de 43 semanas.

Após a conclusão do período básico, o aluno escolhe sua qualificação militar de sargento, conforme mérito intelectual. O período de qualificação terá a duração de 43 semanas. No que diz respeito às Armas. O período de qualificação é conduzido integralmente, na ESA.

Já para logística, a qualificação é realizada na Escola de Sargentos de Logística (EsSLog), no Rio de Janeiro, e no que se refere à qualificação de Aviação do Exército, a formação é concluída no Centro de Instrução de Aviação do Exército, em Taubaté/SP.

Ainda no período de formação, os alunos são remunerados com uma ajuda de custo, atualmente em R$ 1.150 por mês, referente ao internato (moradia) e alimentação.

A formação na Escola de Sargentos equivale a uma graduação, já que se trata de um curso tecnólogo, com a diferença de que o período de formação é de apenas dois anos, servindo também como pré-requisito para concorrer em concursos públicos que exigem formação superior, a exemplo dos da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal.  

COMO INGRESSAR

As formas de ingresso na instituição incluem Prova Objetivo e Redação e Testes Físicos (TAF). Para realizar o concurso, o candidato precisa ter, no mínimo, 17 anos e no máximo 24 anos, no caso das áreas Geral e de Aviação.

Já nas áreas de Música e Saúde, o candidato deve ter, no mínimo, 17 anos e, no máximo, 26 anos.

No Exame Intelectual as provas são de Matemática, Inglês, Português, Redação e História/Geografia do Brasil. São 12 questões de cada matéria e, para ser aprovado, o candidato precisa acertar, pelo menos, 6 questões de cada matéria. Além disso, ter aproveitamento superior a 50% na redação.

Ser aprovado não garante ainda o ingresso na Escola de Sargentos. Com 50% de acerto, o candidato figura como aprovado, mas precisa ter melhor desempenho para conseguir estar entre as melhores classificações, podendo ingressar na instituição.

INSTALAÇÃO

Num processo seletivo de dois anos, o governador Paulo Câmara (PSB) se comprometeu a investir mais de R$ 300 milhões em infraestrutura, para receber a nova escola. O governo de Pernambuco também se dispôs a doar um terreno de mais de 150 hectares para que o Exército construa um complexo logístico, com valor estimado em R$ 79 milhões, na área da Cidade da Copa, em São Lourenço da Mata. Serão investidos ainda mais R$ 3,2 milhões na aquisição e disponibilização de uma área de cinco hectares, destinada à construção do Centro de Convivência e Bem-Estar que servirá à nova Escola de Sargentos.

Comentários

Últimas notícias