Auxílio Brasil

Valor de parcela do Auxílio Brasil pode ser visto no Caixa Tem

São 14,5 milhões de famílias que receberão um valor médio de R$ 217,18 em novembro

Agência Brasil Mirella Araújo
Agência Brasil
Mirella Araújo
Publicado em 16/11/2021 às 15:51
Marcelo Camargo/Agência Brasil
"A Caixa é o agente pagador. Nós não realizamos essa avaliação, quem realiza a avaliação do cadastro é o Ministério da Cidadania", explica o presidente da Caixa, Pedro Guimarães - FOTO: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

O primeiro pagamento do novo programa de transferência de renda, Auxílio Brasil, que substituirá o Bolsa Família, será realizado a partir desta quarta-feira (17). São 14,5 milhões de famílias que receberão um valor médio de R$ 217,18 em novembro. Já o valor de R$ 400, amplamente divulgado pelo governo federal, deverá ser pago até dezembro de 2022,  

Os beneficiários do Bolsa Família migrarão automaticamente para o Auxílio Brasil e podem consultar a disponibilidade e valor das parcelas, através do aplicativo Caixa Tem. Essa é a mesma plataforma utilizada para movimentação conta poupança digital da Caixa.

 

Com o início da operacionalização do Auxílio Brasil, o aplicativo ganhou uma nova função. Pelo Caixa Tem, é possível pagar boletos e contas, como água e telefone; fazer compras pela internet e pelas maquininhas em diversos estabelecimentos comerciais, com o cartão de débito virtual e QR Code; transferir recursos para outras contas; e sacar valores em espécie nas casas lotéricas, sem o uso de cartão.

A Caixa ainda disponibiliza aos beneficiários do programa o aplicativo próprio do Auxílio Brasil, onde também é possível consultar o benefício e as parcelas, o calendário de pagamento e informações sobre o programa. Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, para quem possui o aplicativo do Bolsa Família, ele será atualizado automaticamente para o Auxílio Brasil. 

Outra informação importante para os beneficiários, é que os cartões e senhas utilizados para saque do Bolsa Família continuarão válidos e poderão ser utilizados para o recebimento do Auxílio Brasil nas agências, lotéricas e correspondentes. 

“O pagamento do Bolsa Família é feito há mais de 15 anos pela Caixa. Durante o auxílio emergencial, nós fizemos esse mesmo racional de pagamento. Todos recebem no calendário que já existia, com a possibilidade de pagamento pelo aplicativo Caixa Tem. Isso se mantém do mesmo modo, sem necessidade de recadastramento”, explicou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, em evento virtual sobre a operacionalização do Auxílio Brasil.

Guimarães reforçou que o banco exercerá apenas o papel de agente operador e pagador do benefício, disponibilizando os valores concedidos pelo Ministério da Cidadania às famílias beneficiadas. Para isso, será utilizado o mesmo cadastro do Bolsa Família, de pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

“A Caixa é o agente pagador. Nós não realizamos essa avaliação, quem realiza a avaliação do cadastro é o Ministério da Cidadania, via DataPrev, e nós recebemos todo mês a base de pessoas que receberão o benefício. Nós já recebemos para o Auxílio Brasil e amanhã, normalmente, começa o pagamento”, disse.

Confira o calendário de pagamento do novo Auxílio Brasil, divulgado pela Caixa Econômica Fedederal:

Novembro de 2021

NIS final 1: 17 de novembro de 2021

NIS final 2: 18 de novembro de 2021

NIS final 3: 19 de novembro de 2021

NIS final 4: 22 de novembro de 2021

NIS final 5: 23 de novembro de 2021

NIS final 6: 24 de novembro de 2021

NIS final 7: 25 de novembro de 2021

NIS final 8: 26 de novembro de 2021

NIS final 9: 29 de novembro de 2021

NIS final 0: 30 de novembro de 2021

Dezembro de 2021

NIS final 1: 10 de dezembro de 2021

NIS final 2: 13 de dezembro de 2021

NIS final 3: 14 de dezembro de 2021

NIS final 4: 15 de dezembro de 2021

NIS final 5: 16 de dezembro de 2021

NIS final 6: 17 de dezembro de 2021

NIS final 7: 20 de dezembro de 2021

NIS final 8: 21 de dezembro de 2021

NIS final 9: 22 de dezembro de 2021

NIS final 0: 23 de dezembro de 2021

 

Comentários

Últimas notícias