MELHOR DO MUNDO

Decisão da Champions League pode definir prêmio de melhor jogador do mundo

Neymar e Lewandowski, que se enfrentam na final, são os favoritos ao prêmio

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 22/08/2020 às 18:36
Notícia

Artes JC
JC-ESP0823_CHAMPIONS-FINAL - FOTO: Artes JC
Leitura:

A final deste domingo (23) entre PSG e Bayern de Munique pode ser diferencial para a disputa de melhor jogador do mundo. Isso porque em cada clube tem um grande protagonista: pelo lado francês, o brasileiro Neymar, enquanto o polonês Robert Lewandowski é a referência dos alemães. Se levarmos em consideração que a Champions League tem um peso histórico enorme para a premiação, os atletas travam um duelo direto não só na disputa pelo título da maior competição de clubes do mundo, mas também pelo prêmio de melhor jogador do planeta.

> Veja onde assistir a final da Champions entre PSG e Bayern

> Técnico e lateral do Bayern citam preocupação com velocidade de Neymar e Mbappé

Por conta do encerramento precoce do campeonato francês e também de uma lesão, o brasileiro Neymar jogou menos partidas que Lewandowski. Em 26 jogos pelo PSG, o camisa 10 marcou 19 gols e deu 12 assistências, além de ter conquistado três títulos: Ligue, Copa da França e Copa da Liga Francesa. Além desses ótimos números, Neymar também vem sendo o comandante do clube francês dentro de campo. Atuando como um playmaker, solto ali no meio do campo, é quem dita o ritmo das ações ofensivas do PSG, sendo decisivo em todas as fases do mata-mata da Champions League. Em seis jogos da competição, o brasileiro marcou três vezes e deu quatro assistências.

Se os números de Neymar são bons, os de Lewandowski são excelentes. Isso porque o atacante atuou em 49 jogos e marcou 55 vezes, além de ter contribuído com dez assistências. Ou seja, participou de forma efetiva de 65 gols até aqui. Além disso, foi campeão alemão sendo o artilheiro da Bundesliga e também conquistou a Copa da Alemanha. O camisa 9, inclusive, levou o prêmio da Chuteira de Ouro, dado para quem é o maior goleador de um campeonato nacional na temporada. Na Champions League, são 15 gols, dois a menos do que o recorde de Cristiano Ronaldo em 2013/2014. Caso faça dois gols na final, pode empatar. Se fizer um hat-trick, se torna o maior goleador em uma edição da Champions.

OUTROS CANDIDATOS

Parceiro de Neymar no ataque, o francês Kyllian Mbappé corre por fora da briga, mas tem ótimos números. Em 36 jogos até aqui, ele marcou 30 vezes e deu 14 assistências. Fora da final, existem outros candidatos, como Messi e Cristiano Ronaldo. O argentino marcou 31 vezes e deu 26 assistências em 44 partidas, mas não levantou nenhum troféu. Já o português disputou 46 jogos, fez 37 gols, deu sete assistências e foi campeão italiano, mas caiu precocemente na Champions League - embora tenha marcado duas vezes no jogo da eliminação.

Além dos três citados, outros dois nomes também correm por fora: Karim Benzema e Kevin De Bruyne. Com 27 gols e 11 assistências em 48 partidas, o francês foi peça chave para o Real Madrid no título da La Liga, mas caiu precocemente na Champions League - embora tenha marcado no jogo da eliminação. Já o belga disputou 48 partidas, marcou 16 vezes e deu 23 assistências. No entanto, não conseguiu ganhar títulos com um grande peso, apenas a Copa da Liga. Na Premier League, foi o melhor jogador do campeonato, mesmo o Manchester City terminando bem atrás do campeão Liverpool. Na Champions League, fez o gol do City na eliminação para o Lyon, nas quartas de final.

MANU FERNANDEZ/AFP
A VEZ DELE? Neymar tenta levar neste domingo PSG a sua maior glória e, por tabela, levar o tão sonhado prêmio de melhor jogador do mundo - FOTO:MANU FERNANDEZ/AFP

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias