Voltou

De volta ao Recife, atacante Kieza se reapresenta ao Náutico

Além do centroavante, quem também apareceu no centro de treinamento do Alvirrubro foi o ponta-direita Erick

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 27/05/2020 às 7:38
Notícia
Léo Lemos/Náutico
Defendendo o Botafogo e o Fortaleza no ano passado, o centroavante marcou apenas dois gols - FOTO: Léo Lemos/Náutico
Leitura:

O atacante Kieza chegou ao Recife na segunda-feira (25) e se reapresentou ao Náutico na terça-feira (26), no Centro de Treinamento Wilson Campos. O atleta fez a reavaliação física no clube, principalmente para acompanhar a evolução do tornozelo esquerdo, lesionado em fevereiro e que atrapalhou o começo de temporada do centroavante alvirrubro. O clube busca ter o maior cuidado possível para que o retorno do atleta aconteça com 100% da condição física, assim que o futebol for retomado no país.

 

“Kieza voltou do Espírito Santo e, quando houve a paralisação, ele estava machucado, em tratamento. A princípio está recuperado, mas ele precisa fazer a reavaliação, ver como está e dentro do que essa avaliação resultar, ver se a recuperação está plena, com acompanhamento do DM. Ele está recuperado da lesão no tornozelo, mas fazer uma avaliação é parte do que precisa ser feito, se precisa de uma atenção especial ou não”, explicou o vice-presidente de futebol do Náutico, Diógenes Braga.

Além do ídolo timbu, quem também já apareceu no CT foi o ponta-direita Erick. Ele segue no aguardo das tratativas entre o Náutico e o Braga-POR, clube detentor dos seus direitos, sobre uma renovação do empréstimo para o Alvirrubro. Enquanto as conversas seguem entre as duas agremiações, ele tem feito sessões de fisioterapia e reforço muscular junto a outros atletas que se recuperam de lesões, como os zagueiros Ronaldo Alves e Camutanga, além do atacante Álvaro.

“Estamos com o DM funcionando em plantões, com os jogadores que têm precisado indo pontualmente. A questão do Erick é que ele precisa fazer uma manutenção da parte muscular e acompanhar, fazer algumas sessões, acompanhamento de fisioterapia mesmo, e dentro desses plantões que a gente montou, alguns atletas têm ido mesmo, como foi o caso de Erick e Kieza”, completou o dirigente alvirrubro.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias