POSSIBILIDADE

Náutico: Edno Melo avalia possibilidade de Série B terminar apenas em janeiro de 2021

Presidente alvirrubro destacou que não tem como espremer ainda mais o calendário do futebol brasileiro

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 27/06/2020 às 19:12
Notícia
BOBBY FABISAK/ JC IMAGEM
Edno Melo concedeu entrevista à Rádio Jornal. - FOTO: BOBBY FABISAK/ JC IMAGEM
Leitura:

Na última quinta-feira, a CBF, por meio de nota oficial, divulgou que projeta iniciar as séries A e B nos dias 8 e 9 de agosto. O comunicado foi emitido depois de uma reunião com os clubes. Vale lembrar que, para o martelo ser batido nestas datas, é necessário a aprovação das autoridades de saúde de cada sede envolvida no retorno do futebol. O presidente do Náutico, Edno Melo, se mostrou favorável para o início da competição nos dias projetados. A principio, o Timbu estreia na Série B diante do Avaí, no estádio da Ressacada, em Santa Catarina.

Se realmente as series A e B começarem apenas em agosto, naturalmente existe a possibilidade das competições serem estendidas até janeiro de 2021, já que os meses de maio, junho e julho foram comprometidos por conta da pandemia do novo coronavírus. Em entrevista ao repórter Antônio Gabriel, da Rádio Jornal, Edno melo comentou sobre essa chance da Série B ser finalizada apenas no ano que vem. De acordo com o presidente do Timbu, é mais uma adaptação do novo normal que todo mundo precisará se acostumar.

"Nesse momento a gente enxerga de forma natural (essa possibilidade). A gente sabe que não tem condições nenhuma de você espremer ainda mais o calendário do futebol brasileiro, que já é muito sufocante para os clubes. Nesse novo normal, onde todo mundo vai ter que se adequar, passa também por isso. Acho que vai entrar um pouco nas datas do Campeonato Pernambucano do ano que vem, mas se voltar essa normalidade não vai atrapalhar muito. O que acontece é que a gente já perdeu maio, junho e julho só para o brasileiro, caso a gente realmente volte em agosto. Então naturalmente esses três precisam ser estendidos e até um pouco antes de fevereiro a gente pode terminar, mas sem ter férias e sem absolutamente nada. Mas não sei até que ponto isso vale a pena para os clubes e para os atletas", finalizou Edno Melo.

LEIA MAIS

Barcelona cede empate no fim do jogo e pode perder liderança

Mönchengladbach vence e garante vaga na Champions League

Athletic Bilbao vence e mantém sonho de vaga na Europa League

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias