BUSTAMANTE NO TIMBU

Contratação de boliviano no Náutico surgiu por carência no Brasil, diz Diógenes

Anunciano na segunda-feira (26), o boliviano Antonio Bustamante chega para reforçar o Náutico para a Série B do Campeonato Brasileiro

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 27/10/2020 às 15:00
Notícia

BOLÍVIA/REPRODUÇÃO
Antonio Bustamante disputou as partidas contra Brasil e Argentina no pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 - FOTO: BOLÍVIA/REPRODUÇÃO
Leitura:

Após pesquisa por um segundo volante para o elenco do Náutico, o vice-presidente do clube, Diógenes Braga, esbarrou na dificuldade e carência no mercado brasileiro por um atleta da posição, precisando ampliar o campo de buscas para outros países sul-americanos. Foi assim que o boliviano Antonio Bustamante, anunciado nessa segunda-feira (26), entrou nos planos do Timbu.

"Na verdade, essa prospecção de alguns atletas, principalmente do segundo volante, que é um jogador chave... a gente teve muita dificuldade de repor o Jonnathan quando ele não está em campo. A gente teve uma dificuldade muito grande de achar este jogador no Brasil. O mercado brasileiro dá a impressão de estar com a oferta baixa de atletas em algumas posições. E a partir daí a gente buscou procurar o mercado sul-americano", contou o dirigente em entrevista à Rádio Jornal, ao citar o Centro de Inteligência do Náutico (CIN) para analisar possíveis reforços.

Seguindo as características pedidas por Gilson Kleina para compor o elenco, de ser um atleta de construção de jogadas, o volante surge como uma aposta para o clube não só dentro de campo. O atleta boliviano, de 23 anos, que veio do futebol norte-americano e atuou na Seleção Boliviana durante as Eliminatórias 2022, chegou sem custos no Timbu e, segundo Diógenes Braga, o atleta tem condições se tornar um ativo no Náutico.

"É um jogador de uma característica muito particular, muito técnico. Normalmente o jogador sul-americano é um jogador de muita força, mas tem uma técnica muito apurada. É um segundo volante de muita construção de jogo, que tem uma qualidade técnica de construção e armação muito grande. E foram as características que a gente buscou, e aí acabou chegando o nome do atleta, que está em evidência... Claro que toda contratação precisa ir a campo e confirmar. Mas um atleta que vindo e confirmando, passa a ser um ativo do clube e mais um jogador que não só pode dar dividendos dentro de campo, mas também no sentido de negociações futuras", ressaltou.

 

Futebol brasileiro como vitrine

Ainda de acordo com Diógenes Braga, um dos atrativos que ajudou na vinda de Bustamante para o Timbu foi o fato do futebol brasileiro abrir portas para muitos jovens atletas, no cenário internacional. Mesmo com o Náutico vindo em um mal momento na Série B do Campeonato Brasileiro, estando na 16ª colocação, o volante boliviano ouviu boas recomendações sobre o clube alvirrubro.

"Conversei com ele (Bustamante), e está muito feliz de vir. Muita gente querendo vir para o Brasil, porque tem potencializado a carreira de muitos atletas. Claro que quando chega um clube buscando, os atletas buscam analisar o momento dos clubes. E para nossa surpresa, muito positiva, Bustamante falou muito bem das informações que chegaram a ele, sobre o Náutico. Vamos tratar com toda a atenção para que a adaptação dele seja a melhor possível e que ele consiga responder em campo", afirmou.

Boa condição física

Com muitas das ligas dos continentes Americanos sem ter retornado, devido à pandemia da Covid-19, muitos dos atletas que estavam no mercado também estavam fora de atividade, o que dificutou a vida dos olheiros do Náutico, na hora de selecionar nomes. Mas o caso de Antonio Bustamante foi excepcional, em relação a outros nomes no mercado, já que a Seleção Boliviana teve que preparar seus atletas para as Eliminatórias semanas antes.

"A grande dificuldade era achar atletas que estavam em atividade, por causa da pandemia. Todo mundo que está disponível no mercado não jogou pós-pandemia. Só que, no caso dele, vem uma coisa interessante. A Seleção da Bolívia, para jogas as Eliminatórias, fez uma pré-temporada de 60 dias. Então ele vem de uma pré-temporada de 60 dias e dos jogos das Eliminatórias. Então ele está numa condição física boa", explicou o vice-presidente do Timbu.

"Essa foi uma prospecção que a gente ficou feliz. Conseguimos efetivar a contratação do atleta e agora está aí todas as condições. E torcer para que, dentro de campo, ele consiga mostrar o futebol que tem", completou.

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias