Concorrência

Náutico: Wilian Simões volta contra o CSA e exalta disputa por posição

Além de Simões, Alvirrubro conta com Kevyn, que foi titular contra o Cruzeiro, e o recém-chegado Igor Miranda para fazer a função na lateral

JC
JC
Publicado em 30/10/2020 às 10:34
Notícia

CAIO FALCÃO/NÁUTICO
Lateral-esquerdo valorizou concorrência na sua posição - FOTO: CAIO FALCÃO/NÁUTICO
Leitura:

O lateral-esquerdo Wilian Simões foi um dos desfalques do Náutico no último domingo, onde o Timbu empatou com o Cruzeiro por 1x1 nos Aflitos. Na sua vaga, Kevyn assumiu a titularidade e teve atuação regular. Além do seu substituto, o Timbu conta com o recém-contratado Igor Miranda, de características mais ofensivas, que pode fazer a função e dar um maior poder de fogo ao time. São características diferentes e três jogadores naquele lado, que aumentam o poder de escolha do técnico Gilson Kleina. Para Simões, o Alvirrubro só tem a ganhar com a boa concorrência no setor.

 

“É importante para o grupo e também para o Náutico ter jogadores de qualidade que ao entrar um para suprir a saída do outro se mantém o mesmo nível. Quem ganha é sempre a equipe, sempre o clube. É importante também para elevar o nível do treinamento, pois há sempre uma disputa boa entre mim e o Kevyn, que já está há mais tempo, tem o Igor também, e nós conversamos bastante. Quem jogar tem que estar disposto a fazer sempre o que é melhor para a equipe. Independente de sermos da mesma posição somos amigos e por quem o professor optar será bem aproveitado e a equipe vai estar sempre preparada para quem entrar ajudar”, afirmou.

Se no último jogo o time teve o desfalque de Wilian Simões, para encarar o CSA neste sábado (31) o Náutico não terá o zagueiro Camutanga e o meia Jorge Henrique. Os dois tomaram o terceiro cartão amarelo diante do Cruzeiro e terão de cumprir suspensão. Contra os alagoanos, Ronaldo Alves deve receber uma chance na defesa, voltando de lesão após quase oito meses de inatividade por conta de uma lesão no tendão de Aquiles. Na armação, Kleina tem a possibilidade de entrar com Marcos Vinícius como titular, apesar de que ele ainda não tem condições físicas de atuar os 90 minutos. Outra chance é a de colocar mais um atacante no time, promovendo a entrada de Erick ou Thiago, que atuam pelo lado direito. Vinícius seguiria pela ponta esquerda, enquanto Kieza seria o homem de referência.

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias