Evolução

Náutico: Lateral cresce de rendimento e agradece ao técnico por evolução

Bastante criticado pelas oscilações ao longo da temporada, Hereda cresceu nas mãos de Hélio dos Anjos e foi uma das peças em baixa recuperadas pelo treinador

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 21/01/2021 às 18:57
Notícia

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Hereda foi um dos protagonistas da partida contra o Oeste-SP - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

No trabalho de recuperação do Náutico na Série B, feito pelo técnico Hélio dos Anjos, o fortalecimento do aspecto coletivo da equipe foi fundamental para que a saída da zona de rebaixamento acontecesse. Porém, isso só ocorreu devido à recuperação de algumas peças do elenco que vinham em baixa na temporada. Um deles, prata da casa e uma grata revelação em 2019: o lateral-direito Hereda.

A virada de 2020 trouxe atuações irregulares. Com a confiança em baixa, o jovem ala não conseguia retomar suas boas atuações e vinha sendo bastante criticado pela torcida. Porém, com o novo treinador, essa melhora aconteceu jogo após jogo e ele teve sua melhor atuação nessa quarta-feira (20), diante do Oeste-SP, nos Aflitos, com um gol e uma assistência. O lateral destacou a importância do trabalho da comissão técnica para que ele viesse se recuperar e retomar o bom nível já demonstrado desde que chegou ao elenco profissional do Náutico.

“Sempre converso com o professor Hélio, com o Guilherme (Dos Anjos, auxiliar técnico). Eles me passam o que tenho que fazer, o que posso melhorar, o que tenho feito de bom. E fico muito feliz. Há um tempo atrás eu não estava muito bem, mas eu estava sempre treinando, me dedicando, e eu sabia que essa fase iria passar”, contou Hereda.

Chance de permanência

Com o triunfo em cima do Oeste-SP, o Náutico chegou a 42 pontos e abriu três de vantagem para o Figueirense, equipe que abre o Z4. A rodada não facilitou para os catarinenses, que enfrentam o Juventude neste fim de semana, equipe que briga pelo acesso. Por outro lado, o Timbu tem o Cruzeiro pela frente. Os mineiros não possuem mais nenhuma aspiração na Segundona e isso pode abrir margem para que o Alvirrubro consiga um bom resultado fora de casa, podendo até confirmar a sua permanência neste domingo (24). Caso não consiga, no sábado subsequente, há o último jogo da Série B contra o CSA, nos Aflitos. De qualquer forma, Hereda não acredita em facilidade e quer que o grupo mantenha a pegada para vencer.

“Primeiro sabemos que não será nada fácil, independente do Cruzeiro não precisar lutar mais para não cair. Nenhum dos dois jogos vão ser fáceis, sabemos bastante disso. Vamos fazer uma boa semana, treinar, tanto para esse jogo quanto para o outro, e vamos focar. A gente tem feito um trabalho muito bom com o professor Hélio e acho que parte muito da concentração”, encerrou

Comentários

Últimas notícias