Estatuto

IPC aguarda pandemia para votação da reforma estatutária do Santa Cruz

Intervenção Popular Coral (IPC) espera a pandemia do novo coronavírus ser superada para convocar os torcedores para a votação da reforma do estatuto do Santa Cruz

Fernando Castro
Fernando Castro
Publicado em 28/05/2020 às 19:37
Notícia
Rafael Melo/Santa Cruz
Nova data para assembleia será determinada pela Justiça - FOTO: Rafael Melo/Santa Cruz
Leitura:

Depois do adiamento da Assembleia Extraordinária Geral que poderia aprovar mudanças no estatuto do Santa Cruz, o movimento político Intervenção Popular Coral (IPC) aguarda a pandemia do novo coronavírus ser superada para convocar novamente os torcedores para votação da reforma estatutária do clube. O pleito estava marcado para acontecer no dia 22 de março, mas precisou ser adiado depois do Governo de Pernambuco proibir eventos com aglomerações em razão da covid-19.

"Nós estamos aguardando essa crise terrível de saúde ser superada para haver a votação da reforma do estatuto e para que o torcedor possa fazer valer o seu direito de decidir o futuro do Santa Cruz. Assim que a pandemia for superada nós vamos garantir ao torcedor e remarcar a data dessa votação. Quando tudo começar a voltar a normalidade nós precisamos de pelo menos mais 45 dias para definir a data dessa votação, tivemos nesse tempo nos preparando juridicamente para isso", explicou Jhonny Guimarães, líder do IPC, em entrevista ao repórter Filipe Farias, para a Rádio Jornal.

Dois dias antes da data prevista para a votação da reforma do estatuto, um grupo composto por ex- presidentes do Santa Cruz entrou na justiça e conseguiu um recurso para a suspensão do pleito, alegando que somente o conselho deliberativo do clube teria prerrogativa de lidar com o estatuto. No entanto, o grupo IPC tem um outro entendimento do assunto tendo como base o código civil, que diz que um quinto dos sócios reunidos podem convocar uma assembleia.

"Nós tínhamos conquistado uma ordem judicial que nos garantia o direito dessa votação, mas um grupo de ex- presidentes recorreu dessa decisão e foi ao Tribunal de Justiça contestar e pedir que a votação não acontecesse. Durante esse período, os desembargadores vão ter tempo para analisar o estatuto do Santa Cruz, verificar que todo nosso trabalho foi regular e de fato autorizar a remarcação dessa data", garantiu Jhonny.

AÇÃO SOCIAL

Enquanto aguarda uma nova data para a realização da votação que pode aprovar a reforma no estatuto do Santa Cruz, o IPC vai realizar uma ação social em prol do clube. Entendendo o momento de crise econômica e de dificuldades causadas pela pandemia do novo coronavírus, o movimento vai promover sorteios de alguns itens alusivos ao time com o objetivo de arrecadar recursos para os funcionários do clube que estão passando por uma situação difícil.

"Agora, o momento é de estender a mão ao Santa Cruz de fato. O nosso grupo, Intervenção Popular Coral (IPC), está organizando uma ação social para arrecadar fundos para os funcionários do clube que estão passando por uma situação difícil. Toda semana nós vamos fazer o sorteio de um kit com camisa oficial do clube, caneca e máscaras, para participar o torcedor precisa doar algum valor acima de R$ 10, todo valor arrecadado será revertido para os funcionários do Santa Cruz", destacou Jhonny.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias