LIDERANÇA

Derley puxa para si responsabilidade de liderança no elenco do Santa Cruz

Com a aposentadoria de Danny Morais, Derley é uma das peças mais experientes do elenco coral e pode desempenhar papel de líder no elenco

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 09/04/2021 às 8:00
Notícia
RAFAEL MELO/SANTA CRUZ
Derley (E) tem 34 anos e está na sua terceira passagem pelo Santa Cruz. - FOTO: RAFAEL MELO/SANTA CRUZ
Leitura:

De volta ao Arruda há cerca de dez dias, o volante Derley fez sua reestreia com a camisa do Santa Cruz na última quarta-feira (7), contra o Vera Cruz, pela 5ª rodada do Campeonato Pernambucano, partida em que a Cobra Coral venceu por 4x1. O jogador passou pelo clube em outras duas oportunidades, entre 2016 e 2017 e agora pode ser também peça fundamental para desempenhar um papel de liderança no elenco. Ambiente motivador para isso, Derley garante que tem. 

O volante de 34 anos de idade disse, em entrevista coletiva realizada na última quinta-feira (8), estar feliz de poder voltar a jogar em Pernambuco e pelo Santa Cruz, onde ele foi muito feliz. "Com certeza estou bastante motivado e ambicioso. De todos esses anos que joguei no Recife, ainda falta ganhar um título. Isso me incomoda um pouco e eu vou em busca disso, juntamente com a minha equipe para poder, quem sabe, me consagrar no futebol pernambucano e aqui no Santa Cruz", disse. 

E na jornada até o título do Pernambucano, principal foco dos tricolores no momento, Derley pode associar sua experiência para desempenhar um papel de liderança do elenco, principalmente com a saída do zagueiro e capitão Danny Morais, que está se aposentando. "Estou muito preparado para buscar esse título pernambucano. Também me sinto muito preparado para exercer essa função de líder no time e ajudar tanto dentro quanto fora de campo. Tudo isso para que, no final, o Santa Cruz e a nossa torcida sejam felizes", disse. 

Apesar de lamentar a aposentadoria do colega Danny Morais, Derley acrescentou ainda que tem a liderança como uma característica natural, que está sempre pronto para assumir este papel e que outros nomes do grupo também têm esse perfil. "Infelizmente o Danny está se aposentando, mas com certeza a minha liderança é normal, já é de mim e eu vou poder ajudar tanto dentro quanto fora de campo, esse é o meu papel, minha função de poder ser um dos líderes aqui do Santa Cruz por conhecer o clube, por conhecer a torcida, conhecer toda a história do clube. Não só eu, mas tem o William Alves, o Chiquinho, o Pipico, jogadores que juntos podemos fazer esse time forte, cada um ter o seu papel de liderança", completou. 

 

Comentários

Últimas notícias