Série C

Chiquinho admite pressão no Santa Cruz, mas pede apoio da torcida para buscar primeira vitória na Série C

O jogador falou, ainda, da parceria com Rondinelly, sobre jogar mais recuado e da ausência do treinador Bolívar; confira

Cássio Oliveira
Cássio Oliveira
Publicado em 14/06/2021 às 11:30
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Chiquinho falou sobre a cobrança interna no Santa Cruz - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Um dos jogadores mais experientes do Santa Cruz, o meia Chiquinho disse ser normal a pressão pela primeira vitória coral na Série C do Campeonato Brasileiro. O atleta admitiu haver cobrança entre os próprios jogadores e garantiu que no duelo desta segunda-feira (14), diante do Ferroviário, a equipe vai buscar o resultado positivo a todo custo. 

"No futebol existe a cobrança, o torcedor tem toda a razão de vir cobrar, sabemos que precisamos melhorar para buscar nossos objetivos no campeonato. A semana foi de cobrança, o treinador cobrou os jogadores, os jogadores se cobraram entre si, a diretoria também, a torcida também vindo cobrar, vindo nos apoiar. A torcida é o décimo segundo jogador, é importante nos apoiar, é difícil pedir o apoio deles neste momento, mas peço com muito carinho que continuem nos apoiando, confiando na equipe, no clube, que vamos dar nosso melhor e nesse jogo só nos interessa a vitória, vamos buscar a vitória e botar o espírito de raça que é o Santa Cruz", afirmou Chiquinho.

>> A ligação de Marco Maciel com o Santa Cruz vinha de berço

>> Recuperados, Wallace e Batatinha podem estrear pelo Santa Cruz na Série C

>> Bolívar e auxiliar técnico testam positivo para covid-19 e ficam fora de Ferroviário x Santa Cruz

O Santa Cruz entra em campo na Arena Castelão, no Ceará, às 20h desta segunda-feira (14).O Tricolor do Arruda chega para a partida com um ponto somado em dois jogosdepois de perder na primeira rodada para o Manaus por 2 a 0 e no último confronto só empatar com o Floresta por 0 a 0, em pleno Arruda.O time está na penúltima posição do Grupo A.

Adversário do Santa Cruz, o Ferroviário tem quatro pontos e pode assumir a liderança do grupo caso vença a Cobra Coral. Com um empate e uma vitória, os cearenses aparecem na quinta colocação com quatro pontos ganhos. Na estreia, a equipe empatou por 0 a 0 com o Botafogo-PB e na última rodada venceu o Altos por 1 a 0.

Para as próximas partidas da Série C, Chiquinho espera colher bons frutos da parceria com o meia Rondinelly, que fez sua estreia com a camisa coral na última rodada. "Sabemos da qualidade do Rondinelly, tivemos poucos dias de treinamento no último jogo, mas agora tivemos uma semana de trabalho, ele me procurando no treinamento e eu procurando ele, e que no jogo possa sair essas trocas de passes, essas enfiadas para ele e que ele possa nos ajudar no decorrer dos jogos", disse Chiquinho.

Diante do Ferroviário, Chiquinho pode atuar um pouco mais recuado, buscando dar qualidade à transição da equipe que ainda não marcou gols nos jogos disputados pela terceirona deste ano. O meia disse querer ajudar o clube, independentemente de posição. "Desde que cheguei aqui, disse que independente de onde vou jogar quero sempre estar ajudando a equipe do Santa Cruz. O treinador sabe da minha qualidade no passe, de condução de bola, e, se no jogo optar por mim um pouco mais recuado, vou estar à disposição para ajudar minha equipe e encontrar Rondinelly, Pipico, Madson, para conseguirmos nosso objetivo que é a vitória e o primeiro gol no campeonato", afirmou.

Desfalques

Com o resultado positivo para covid-19 do treinador Bolívar e do seu auxiliar Patrício Boques, o Santa Cruz será comandado pelo treinador Roberto de Jesus, que atua como auxiliar técnico. Ele terá comunicação direta com o técnico Bolívar por meio do seu analista de desempenho Jeferson Ramos, que vai dar apoio no banco de reservas durante o jogo.

"Tanto o Roberto quanto o Jeferson tem total confiança da equipe, estamos trabalhando nesses dias com os dois, sabemos da importância que é o Bolívar e o Patrício, mas o Roberto está no dia a dia conosco e eles vão nos ajudar bastante", comentou Chiquinho.

O Santa Cruz não deve contar, também, com o volante Augusto César e o goleiro Geaze, que estão em tratamento no Departamento Médico do clube. Augusto se recupera de uma lesão na panturrilha, enquanto o Geaze tem uma lesão muscular na coxa. Já os atacantes Pipico, Wallace e Lucas Batatinha treinaram normalmente, dando sequência ao processo de transição para os treinamentos, além de Madson, completamente recuperado de uma entorse.

O Tricolor deve ir a campo com a seguinte escalação: Jordan; Weriton, Breno Calixto, Hebert e Juninho; Vitinho, Caetano, Rondinelly e Chiquinho; Frank (Madson) e Wallace Pernambucano (Pipico). Técnico: Roberto de Jesus.

Comentários

Últimas notícias