RIVAL RUBRO-NEGRO

Saiba tudo sobre o Athletico Paranaense, adversário do Sport nesta rodada

Athletico Paranaense não vence há nove jogos - somando todas as competições - e está na zona de rebaixamento

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 30/10/2020 às 13:31
Notícia

REPRODUÇÃO/ ATHLETICO PARANAENSE
Rubro-Negro do Paraná vive momento ruim na temporada - FOTO: REPRODUÇÃO/ ATHLETICO PARANAENSE
Leitura:

Sem vencer há nove jogos somando todas as competições, o Athletico Paranaense entra em campo neste domingo diante do Sport mirando recuperação na temporada. O confronto, que está marcado para às 16h, é um duelo direto na disputa pela permanência da Série A, já que os pernambucanos estão com 21 pontos, na décima 12ª posição, enquanto o Furacão tem 16 e é o 18º na tabela. Pegando o recorte dos últimos seis jogos da Primeira Divisão, os paranaenses não venceram nenhuma, conquistando dois empates e perdendo quatro jogos. Com relação ao Sport, analisando o mesmo recorte, o Leão venceu apenas o Bahia, além de empatar com o Atlético Mineiro e sofrer derrotas em quatro compromissos da elite do futebol brasileiro.

Para o duelo contra o Sport, o Athletico Paranaense terá dois retornos importantes: o meia Jorginho e o atacante Renato Kayzer, que ficaram de fora diante do Flamengo por já terem atuado na Copa do Brasil, quando ainda defendiam o Atlético Goianiense. Com essas voltas, a tendência é de que eles sejam titulares. Na última quarta-feira, Walter foi o titular na ausência de Kayzer, mas a tendência é de que o atacante que está retornando inicie diante do Sport.

Pernambucano e torcedor do Sport declarado, Walter vai reencontrar o Rubro-Negro na Ilha do Retiro. Em 2016, ele até desembarcou no Recife para acertar com o Leão, mas o negócio acabou não se concretizando, gerando uma grande irritação em parte da torcida leonina na época. Em nove jogos pelo Furacão este ano, só foi titular diante do Flamengo. Sobre gols marcados, o jogador fez apenas um, diante do Jorge Wilstermann, pela Libertadores.

EM BUSCA DA REABILITAÇÃO

Sem vencer há nove jogos, o Athletico Paranaense entra em campo diante do Sport buscando repetir os bons momentos que teve no jogo contra o Flamengo. Atuação, inclusive, que foi bastante elogiada pelo técnico Paulo Autuori, que afirmou ser possível o Furacão sair da crise jogando daquela forma. "O jogo que se fez hoje (contra o Flamengo) nos dá indícios muito claros de que nós vamos nos recuperar rapidamente no Brasileiro e vamos, na próxima quarta-feira, lutar pelo resultado no Maracanã", disse.

Discurso que foi reforçado pelo meio-campista Léo Cittadini. Após a partida diante do Flamengo, o jogador afirmou que a atuação foi satisfatória, destacando que isso pode ajudar o time na retomada das vitórias no Campeonato Brasileiro. "Em relação ao desempenho, a gente ficou satisfeito com o que criou. Não foi o suficiente para vencer ou ao menos empatar (diante do time carioca), mas é essa dedicação e esforço que precisamos demonstrar no Brasileiro para sair dessa situação que está nos incomodando muito", explicou.

Mesmo com o jogo contra o Flamengo três dias depois do duelo contra o Sport, a tendência é de que o Furacão mande a campo força máxima diante do Leão, já que o time paranaense se encontra na zona de rebaixamento da Série A.

DESFALQUES

Por ter testado positivo para a covid-19, o zagueiro Thiago Heleno não enfrenta o Sport. Outro desfalque é o zagueiro Pedro Henrique, que segue lesionado. Sendo assim, o Furacão deve mandar a campo uma dupla de zaga formada com Zé Ivaldo e Aguilar. Eles, inclusive, foram titulares contra o Flamengo. Além desse dois atleta, o Athletico não terá o lateral-esquerdo Abner, que está suspenso. Em seu lugar, Márcio Azevedo deve jogar. Outro desfalque é técnico Paulo Autuori na beira do campo. Ele segue suspenso por ter criticado à arbitragem quando ainda estava no Botafogo. Sendo assim, Bernardo Franco será o comandante no gramado da Ilha do Retiro.

Provável escalação: Santos; Erick, Zé Ivaldo, Aguilar e Márcio Azevedo; Richard (Wellington), Leo Cittadini (Christian) e Jorginho; Nikão, Carlos Eduardo e Renato Kayzer (Walter). Técnico: Bernardo Franco.

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias