SUPERLUA

Superlua vai iluminar o céu nesta segunda-feira (9)

O fenômeno poderá ser observado a partir das 19 horas

Manuela Figuerêdo
Manuela Figuerêdo
Publicado em 09/03/2020 às 9:46
Notícia
Foto: Alexandra Torres/JC
A Lua de Neve é a quarta mais cheia e mais brilhante, segundo especialistas - Foto: Alexandra Torres/JC
Leitura:

Nesta segunda-feira (9), será possível observar o fenômeno da Superlua a partir das 19 horas. A última superlua aconteceu há um mês, começando no dia 9 e durando todo o fim de semana. A próxima previsão - e última - é que o fenômeno aconteça no próximo mês, em 8 de abril, finalizando essas ocasiões astronômicas de 2020.

Entenda o fenômeno da superlua

O termo superlua foi criado pelo astrólogo norte-americano Richard Nolle em 1979. Ele definiu como superlua as ocorrências de Lua cheia em que o satélite estivesse dentro da linha de até 90% do ponto mais próximo da Terra. Durante o fenômeno, a lua pode ficar até 14% maior e 30% mais brilhante que o normal.

"A Superlua é um evento decorrente da coincidência de dois fatos astronômicos. O primeiro é que a Lua não gira em torno da Terra em formato de circunferência, mas em uma órbita um pouquinho achatada. Então, ela tem de estar no ponto mais próximo da Terra, que chamamos de perigeu e, ao mesmo tempo, na fase cheia”, explica o coordenador do projeto Astro&Física do Instituto Federal de Santa Catarina e doutor em física pela Universidade Federal de Santa Catarina, professor Marcelo Schappo.

Segundo ele, ainda, dependendo da regra usada para cada observatório considerar coincidente o perigeu e a lua cheia, é possível haver alguma divergência sobre o momento exato da Superlua. “Trata-se de uma janela arbitrária, mas no fundo são luas cheias sempre muito bonitas. Vale a pena a observação”, ressalta o físico.

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias