Embaixada chinesa

Embaixador chinês no Brasil relata ameaça e apaga publicação

Yang Wanming falou sobre ameaças em rede social e apagou post logo depois

Gabriela Carvalho
Gabriela Carvalho
Publicado em 19/03/2020 às 10:10
Notícia
Reprodução
Presidente Jair Bolsonaro com o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming - FOTO: Reprodução
Leitura:

Um dia depois de se envolver em discussão com Eduardo Bolsonaro, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, relatou ter sofrido ameaças e disse que não era primeira vez. Yang publicou sobre ameaça em conta no Twitter, na manhã desta quinta-feira (19), mas apagou logo depois.

>> Após Eduado Bolsonaro culpar China por pandemia, embaixada do país rebate e diz que ele contraiu um 'vírus mental'

"Eu recebi um telefone de ameaça sobre a minha segurança pessoal. Não é a primeira vez. Vamos ver o que vai acontecer hoje, bem preparados para tudo", dizia publicação.

>> Rodrigo Maia pede desculpas à China após atitude de Eduardo Bolsonaro

Ainda ontem (18), o embaixador se envolveu em discussão com o deputado federal Eduardo Bolsonaro (sem partido), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), após o parlamentar culpar a China pela pandemia de coronavírus.

O deputado Eduardo Bolsonaro comparou a pandemia do coronavírus com o acidente nuclear de Chernobil, na antiga União Soviética, e disse que, nos dois casos, duas ditaduras omitiram informações que poderiam salvar vidas. A Embaixada da China protestou contra a acusação.

Yang Wanming exigiu que Eduardo retirasse imediatamente a publicação e que pedisse desculpas ao povo chinês.

19/3/2020- Eduardo Bolsonaro culpa a China pela pandemia do coronavírus e país responde:

China zera casos de transmissão local:

Comentários

Últimas notícias