COVID-19

Confira como alguns países estão ajudando os trabalhadores informais durante a pandemia do coronavírus

No Brasil, autônomos vão receber um auxílio de R$ 600

AFP Thalis Araújo
AFP
Thalis Araújo
Publicado em 26/03/2020 às 21:44
Notícia
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Os informais vão receber auxílios devido a queda nas vendas dos seus produtos - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

O novo coronavírus vem fazendo milhares de vítimas pelo mundo inteiro. Por essa razão, para conter a propagação da covid-19 nas pessoas, os países estão adotando o regime de quarentena para que a população fique em casa e evite propagar o contágio. Mas como ficam os trabalhadores informais? Veja abaixo a situação de cada país.

 

 

Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou, nesta quinta-feira (26), que os trabalhadores informais vão receber um auxílio mensal de R$ 600, valor R$ 100 mais alto do que estava sendo proposto pela Câmara dos Deputados.

>> Com 77 mortes, Brasil tem 2.915 casos de coronavírus 

>> Coronavírus: Dirigentes Lojistas pedem reabertura do comércio em Pernambuco

>> Mais de 80 políticos, de diferentes partidos, assinam manifesto pedindo respeito às recomendações internacionais no combate ao coronavírus

>> TV Jornal estreia 'Abraço Musical' para levar shows especiais na quarentena

>> Ministério da Saúde cria canal de comunicação no WhatsApp para atualizar os dados e informar a população sobre o novo coronavírus

Cuba

O governo vai auxiliar o setor privado. Com isto, as empresas que não puderem funcionar durante a quarentena, vão ser isentas dos impostos.

El Salvador

Suspensão temporária do pagamento de serviços como água, luz, internet e cartões de crédito. Fornecimento de subsídio de 300 dólares para as famílias.

Equador

Para 400 mil famílias de vendedores ambulantes e agricultores do Equador, o governo promete um auxílio assistencial de 60 dólares, por dois meses, e empréstimos de até 2.500 dólares com carência e juros.

Estados Unidos

Nos Estados Unidos, novo epicentro do coronavírus, os informais vão receber uma quantia de U$ 600 semanais, por quatro meses, durante a quarentena, o que totaliza um investimento de US$ 500 bilhões. 

>> Após EUA se tornar novo epicentro do coronavírus, Trump fala sobre o tema

Reino Unido

Já no Reino Unido, para compensar os efeitos da pandemia da covid-19, o governo vai cobrir até 80% dos ganhos dos autônomos, até o mês de junho. Eles ganharão uma ajuda que é limitada a 2.500 libras (pouco mais de R$ 15 mil). A medida abrange os informais que possuem receitas até 50 mil libras, ou seja, 95% da população autônoma.

Portugal

Em Portugal, os informais vão receber uma ajuda financeira do governo de, no máximo, 438,81 euros (R$ 2,406,30), por mês. A quantia vai servir para que os trabalhadores enfrentem a queda na atividade econômica no país, devido à pandemia do novo coronavírus. 

Venezuela

Na Venezuela, os auxílios duram seis meses. São eles: pagamento de salários de pequenas e médias empresas, suspensão de pagamentos de aluguéis de lojas e residências principais. Exoneração de pagamentos por créditos.

Assine a nova newsletter do JC e fique bem informado sobre o coronavírus

Todos os dias, de domingo a domingo, sempre às 20h, o Jornal do Commercio divulga uma nova newsletter diretamente para o seu email sobre os assuntos mais atualizados do coronavírus em Pernambuco, no Brasil e no mundo. E como faço para receber? É simples. Os interessados podem assinar esta e outras newsletters através do link jc.com.br/newsletter ou no box localizado no final das matérias.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

Comentários

Últimas notícias