PANDEMIA

OMS pede que Europa fortaleça seus controles sobre nova variante do coronavírus

Países como Holanda e Bélgica já anunciaram a suspensão de voos entre os países e o Reino Unido

AFP
AFP
Publicado em 20/12/2020 às 11:23
PAU BARRENA / AFP
LIBERAÇÃO Brasileiros precisam estar imunizados para entrar no país - FOTO: PAU BARRENA / AFP
Leitura:

A Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu aos seus membros na Europa que "fortaleçam seus controles" sobre a nova variante do coronavírus que circula no Reino Unido, afirmou neste domingo (20) à AFP seu setor europeu. Fora do território britânico, alguns casos foram notificados na Dinamarca (9), assim como um caso na Holanda e na Austrália, de acordo com a OMS, que recomenda que seus membros "aumentem sua (capacidade de) sequenciamento" do vírus antes de saber mais sobre os riscos apresentados por essa variante. 

Países como Holanda e Bélgica já anunciaram a suspensão de voos entre os países e o Reino Unido. A Itália também vai suspender os voos com o Reino Unido após a descoberta de uma nova cepa do coronavírus suspeita de ser mais contagiosa, anunciou neste domingo (20) o ministro italiano das Relações Exteriores Luigi Di Maio.

"O Reino Unido lançou um alerta sobre uma nova forma de covid-19 que seria o resultado de uma mutação do vírus. Como governo, temos o dever de proteger os italianos e, por essa razão, vamos assinar com o ministro da Saúde um decreto para suspender os voos com o Reino Unido", escreveu Di Maio em sua conta no Facebook, sem especificar quando esta medida entrará em vigor.

Espanha

Já na Espanha, foi pedido a Bruxelas uma resposta "coordenada" sobre os voos com o Reino Unido, depois que vários países da região anunciaram que suspenderão suas conexões aéreas.

"O objetivo é proteger os direitos dos cidadãos comunitários a partir da coordenação, evitando a unilateralidade", explicou o governo espanhol em um comunicado, no qual disse que se não houver uma atuação conjunta, Madri tomará medidas "em defesa dos interesses e direitos dos cidadãos espanhóis".

Comentários

Últimas notícias