assassinato

Pai de ex-participante do The Voice Kids, morto no Grande Recife, pede para que "filhos obedeçam os pais"

Arthur Almeida, de 15 anos, foi assassinado nessa quinta-feira (30), em Candeias, em Jaboatão dos Guararapes

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 01/05/2020 às 18:09
Notícia
FABIO ROCHA/TV GLOBO
Tuca Almeida participou do The Voice Kids em 2018 - FOTO: FABIO ROCHA/TV GLOBO
Leitura:

O pai do adolescente Arthur Almeida, 15 anos, ex-participante do reality show musical The Voice Kids, da TV Globo, que foi assassinado a tiros nessa quinta-feira (30) em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, pediu para que os "filhos obedeçam os pais para não estar no lugar errado, na hora errada". Declaração foi dada em entrevista ao programa Cidade Alerta, da Record TV, nesta sexta-feira (1º).

Com aspecto abatido, Uziel Almeida, pai do adolescente, contou que não quer vingança pela morte do filho, mas que deseja que a justiça seja feita. "Desejo que que as pessoas que causaram isso vivam, mas que paguem pelo ato cometido", declarou.

O assassinato de Tuca Almeida, como era conhecido, ocorreu em um estabelecimento de serviços estéticos no bairro de Candeias. Por volta das 17h, um grupo formado por seis homens encapuzados entrou no local já efetuando disparos de arma de fogo. De acordo com informações preliminares da Polícia Civil, o alvo dos disparos seria o cunhado do cantor. Questionado sobre o assunto, o pai do adolescente disse não saber de nada.

Emocionado, Uziel também falou que Arthur deixou para ele a mensagem de amar ao próximo. "Quando ele aprendia a tocar um instrumento, ele já queria ensinar os coleguinhas. A alegria dele era ensinar", disse.

O pai demonstrou, ainda, desejo de que as pessoas tenham o adolescente como um exemplo como pessoa. "Espero que busquem, vejam quem foi Arthur nesse pouco tempo. Quero que as crianças sigam os passos dele para termos um mundo mais feliz", disse.

Por fim, ele concluiu dizendo que o consolo, agora, é saber que o filho está junto com Deus.

Leia a nota da Polícia Civil sobre o assassinato

A Polícia Civil de Pernambuco, por meio de equipe da Força Tarefa de Homicídios Metropolitana Sul - sob coordenação do delegado Fábio Lacerda, registrou o homicídio de um jovem, de 15 anos de idade, ocorrido nesta quinta-feira (30), por volta das 17h, no bairro de Candeias, em Jaboatão dos Guararapes. De acordo com informações preliminares, um grupo formado por seis homens encapuzados adentrou em um estabelecimento comercial, efetuando disparos de arma de fogo. Procuravam, supostamente, pelo cunhado da vitima, que estava no local acompanhando o jovem, e conseguiu fugir. Esse cunhado, pelas investigações iniciais, é um presidiário que se encontra no regime aberto por recente progressão de regime. O caso seguirá sob responsabilidade da 12a DPH, que tem o delegado Ícaro Schneider como titular. A PCPE só se pronunciará ao término da investigação, cujas diligências não cessarão até a devida elucidação e captura dos responsáveis.

Colégio onde jovem estudava lamentou morte

O Colégio Madre de Deus, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife, onde o adolescente cursava o 1º ano do ensino médio, divulgou nota lamentando a perda.

É com extremo pesar que o Madre de Deus comunica o falecimento do nosso querido aluno Arthur Almeida, que cursava o 1° ano do Ensino Médio.

A família Madre de Deus se compadece com a dor da família. Tuca, como era conhecido, era um menino de ouro e muita luz, que só fazia o bem, além de um excelente aluno.

O colégio, por meio de sua administração, professores, funcionários, colegas e comunidade, lamenta profundamente essa tragédia e neste momento de dor e perda, transmite os seus sentimentos aos familiares e amigos.

Estamos de luto.

Participação de Tuca Almeida no The Voice Kids

Tuca Almeida participou das audição às cegas do reality em janeiro de 2018, cantando o hit Price Tag, da cantora Jessie J. No entanto, o nervosismo do garoto refletiu na performance da música, considerada difícil, e nenhuma cadeira virou. A cantora Claudia Leitte chegou a ficar com as mãos no botão para girar sua cadeira, mas acabou não vendo oportunidade para aprová-lo.

"A história de virar a cadeira é do jogo, da brincadeira, é do programa", tentou justificar Claudia para o menino. "Isso aqui não determina nada na sua vida, nenhum movimento, não muda nada", disse a cantora.

"Eu tô muito feliz de estar aqui porque eu estava muito ansioso", afirmou Tuca, que agradeceu a oportunidade.

Lembre a entrevista de Tuca Almeida na TV JC:

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias