Protesto

Sindicato dos Bancários de Pernambuco denuncia descaso das agências em adotar protocolos de prevenção ao coronavírus

Queixa foi feita através de um ato público em frente à agência do Banco Santander - Veneza, na Conde da Boa Vista, área central do Recife

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 15/05/2020 às 12:02
Notícia
Divulgação/Sindicato dos Bancários de Pernambuco
Agência do Santander - Veneza, localizada na Conde da Boa Vista, Recife. 15/05/20. - FOTO: Divulgação/Sindicato dos Bancários de Pernambuco
Leitura:

O Sindicato dos Bancários de Pernambuco realizou um ato público em frente à agência do Santander, localizada na avenida Conde da Boa Vista, no final da manhã desta sexta-feira (15). O objetivo da ação foi denunciar a não adoção dos protocolos de prevenção ao novo coronavírus nas agências bancárias de modo geral. De acordo com integrantes do sindicato, os estabelecimentos não vêm sendo higienizados, e mesmo após a confirmação de casos da Covid-19 em determinadas unidades, as equipes não são trocadas. O ato aconteceu com poucas pessoas, sem aglomeração e com toda equipe dispondo de máscaras de proteção.

» Como vai funcionar o isolamento rígido para combater o coronavírus em Pernambuco? Tire suas dúvidas

» Veja e imprima modelo de declaração para comprovar na rua que você integra categoria de atividades essenciais no Grande Recife

» Diretor da OMS sobre isolamento no Grande Recife: "Se deixar o coronavírus correr solto, vai morrer muita gente"

Durante a manifestação, dirigentes do sindicato apresentaram dados atualizados da doença no setor bancário de Pernambuco, dispondo de número de casos confirmados da Covid-19 nos bancos públicos e privados. A ação teve como intuito informar à população a respeito do descaso que este setor vem sofrendo durante a pandemia, além de exigir a execução de medidas preventivas nas agências, com o objetivo de garantir a segurança dos funcionários e do público em geral. 

Segundo o Sindicato, na própria unidade onde foi realizado o ato, localizada na Conde da Boa Vista, que registrou dois casos de pessoas contaminadas pelo vírus, não houve sanitização dos espaços após o afastamento dos funcionários infectados.

A reportagem do Jornal do Commercio tentou entrar em contato com a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), entidade representativa do setor bancário no Brasil, mas não obteve retorno. No portal oficial da Febraban, a corporação informa que para discutir medidas que busquem amenizar os efeitos negativos da pandemia, a Comissão Bipartite Covid-19 foi criada, canal de contato direto e permanente de troca de informações entre os bancos e as entidades que representam os bancários. 

De acordo com a Federação, as seguintes medidas de prevenção estão sendo tomadas pelos bancos:

Milhares de bancários já estão trabalhando em esquema de home office;

- Os bancos dividiram as equipes que ainda estão atuando presencialmente e definiram locais de trabalho diferenciado para cada grupo de forma a reduzir o número de profissionais concentrados ao mesmo tempo nos locais de trabalho;

- Foram indicados canais para notificação de casos entre os funcionários dos bancos;

- Foram criados novos protocolos de limpeza das agências e as equipes encarregadas da tarefa foram orientadas a intensificar a higienização, especialmente dos locais com maior contato das pessoas, como maçanetas, balcões, botões de elevadores e superfície dos caixas eletrônicos. 

No entanto, para a presidenta do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, Suzi Rodrigues, apesar de algumas das medidas estarem sendo cumpridas, como o afastamento de servidores com doenças crônicas e disposição de equipamentos de segurança individual (EPI's), o protocolo de limpeza e sanitização não está sendo realizado nas agências dos bancos Santander e Caixa. "Quando uma pessoa é testada positivo, estes bancos não estão cumprindo o protocolo recomendado, de higienizar a unidade e afastar a equipe que estava em contato com o infectado, eles apenas afastam a pessoa que foi confirmada. Isso representa um grande risco, porque se estamos todos trabalhando juntos é provável que a transmissão tenha acontecido".

Em um balanço divulgado pelo próprio Sindicato dos Bancários de Pernambuco e atualizado nesta sexta-feira (15), a Caixa Econômica Federal e o Santander são as agências com o maior número de funcionários infectados no Estado, com 51 e 35 casos confirmados, respectivamente. Logo após estão, Bradesco, com 32, Itaú, com 19, Banco do Brasil, com 14 e Banco do Nordeste com 4. Totalizando 155 casos confirmados em agências bancárias de Pernambuco. Além disso, são 116 casos suspeitos.

Divulgação/Sindicato dos Bancários de Pernambuco
Agência do Santander - Veneza, localizada na Conde da Boa Vista, Recife. 15/05/20 - Divulgação/Sindicato dos Bancários de Pernambuco
Divulgação/Sindicato dos Bancários de Pernambuco
Agência do Santander - Veneza, localizada na Conde da Boa Vista, Recife. 15/05/20. - Divulgação/Sindicato dos Bancários de Pernambuco

De acordo com Suzi Rodrigues, o levantamento é realizado com o contato direto entre Sindicato e bancários, no entanto, os números podem ser maiores, levando em consideração que muitos funcionários não têm admitido a contaminação com receio de represálias. "Muitos bancos estão orientando os funcionários a não divulgarem que estão contaminados pela Covid-19, então o número pode ser maior. As pessoas têm medo de perder o emprego ou alguma promoção então preferem não nos informar seu real estado", revelou a presidente do Sindicato.

Suzi Rodrigues contou ainda que, por conta das constantes notificações e denúncias feitas pelo Sindicato, as agências da Caixa têm buscado seguir as normas há alguns dias. "A Caixa têm melhorado bastante, mas isso não é o suficiente. Queremos que os bancos sigam as normas independente dos sindicatos reivindicarem ou não, porque essa é obrigação deles. Eles precisam assegurar a proteção dos funcionários e do público e parar de colocar em risco a nossa saúde".

A reportagem do JC questionou às assessorias da Caixa Econômica Federal e do Banco Santander a respeito das denúncias feitas pelo Sindicato, mas ainda não obteve resposta. A matéria poderá ser atualizada assim que as respostas chegarem.

Assine a nova newsletter do JC e fique bem informado sobre o coronavírus

Todos os dias, de domingo a domingo, sempre às 20h, o Jornal do Commercio divulga uma nova newsletter diretamente para o seu email sobre os assuntos mais atualizados do coronavírus em Pernambuco, no Brasil e no mundo. E como faço para receber? É simples. Os interessados podem assinar esta e outras newsletters através do link jc.com.br/newsletter ou no box localizado no final das matérias.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

 

Divulgação/Sindicato dos Bancários de Pernambuco
Agência do Santander - Veneza, localizada na Conde da Boa Vista, Recife. 15/05/20 - FOTO:Divulgação/Sindicato dos Bancários de Pernambuco

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias