Investigação

Polícia Civil prende suspeitos de assalto a carro-forte que abastecia lotérica em Jardim São Paulo

Ao todo, nove mandados de prisão e quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 26/05/2020 às 11:50
Notícia
Divulgação/Polícia Civil
Objetos apreendidos - FOTO: Divulgação/Polícia Civil
Leitura:

No último sábado (23), três homens foram presos durante operação da Polícia Civil. Eles são suspeitos de participarem do assalto à um veículo de transporte de valores (carro-forte), em frente à uma Casa Lotérica situada no bairro de Jardim São Paulo, na Zona Oeste do Recife, no dia 12 de fevereiro deste ano. Os homens são acusados de integrar uma organização criminosa voltada aos crimes de latrocínio e associação, com atuação no Recife e também em Olinda. 

A investigação, que acontece desde março de 2020, foi coordenada pela Diretoria Integrada Especializada (DIRESP), sob a presidência da Delegacia de Roubos e Furtos (DPRF-PE). Durante toda a operação, nove mandados de prisão e quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

» Operação da Polícia Civil mira suspeitos de tráfico, roubo e tortura no Grande Recife

» Polícia Federal mira Governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel em operação

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta terça-feira (26), a delegada adjunta da DPRF, Stephanie Almeida, responsável pelo caso, explicou como aconteceu a investida ao carro-forte. "No dia em questão, dois indivíduos estavam na fila da casa lotérica quando abordaram o vigilante saindo do estabelecimento com malote de dinheiro. Durante a ação, três pessoas foram atingidas (por tiros) e duas vieram a óbito, sendo um o vigilante, e o outro um dos assaltantes". De acordo com a delegada, os suspeitos não tiveram êxito no roubo da quantia em dinheiro abastecida pelo carro-forte, no entanto, duas espingardas de calibre 12, pertencentes a empresa de transportes, foram levadas.

Ainda segundo as investigações, no plano original, o grupo criminoso planejava assaltar o gerente da lotérica, no início do expediente, para que ele os levasse ao cofre do estabelecimento. De última hora, pensando em subtrair, além da quantia em dinheiro, o armamento da empresa de transportes de valores, o grupo decidiu assaltar o carro-forte. Além da ação criminosa em questão, o grupo responde por tentativa de roubo da agência dos Correios, localizada no bairro do Cordeiro, também na Zona Oeste, no dia 10 de fevereiro deste ano.

» Polícia Federal investiga desvio de recursos destinados à compra de respiradores em Fortaleza

» Polícia Federal apreende 2.2 mil caixas de cigarros contrabandeados com destino a Pernambuco

Ao todo, dez indivíduos, com idades de 25 a 40 anos, participaram dos assaltos investigados. Dentre estes, um veio a óbito, seis foram presos no decorrer da investigação e outros três foram presos no último sábado (23), na deflagração da operação. Além disso, outros sete indivíduos, sem participação nos assaltos, mas ligados à organização criminosa, foram presos em flagrante por roubo, receptação e porte ilegal de armas. Coletes à prova de balas, armas de fogo, celulares roubados e objetos pertencentes às vítimas dos assaltos foram apreendidos.

Após serem presos, todos os suspeitos seguiram em direção ao Centro de Triagem de Abreu e Lima (Cotel), onde os procedimentos legais relativos ao recolhimento foram realizados. Eles respondem por latrocínio e roubo.

Reprodução/Polícia Civil
Mandado de prisão realizado no último sábado (26) - Reprodução/Polícia Civil
Divulgação/Polícia Civil
Objetos apreendidos - Divulgação/Polícia Civil
Divulgação/Polícia Civil
Objetos apreendidos - Divulgação/Polícia Civil

 



 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias