SOLIDARIEDADE

Campanha Atitude Cidadã - Está em nossas mãos arrecadou mais de R$ 1,5 milhão em dinheiro e produtos

Iniciativa do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC) e Instituto JCPM somou 102 toneladas de alimentos, 19.8 toneladas de produtos de higiene e limpeza, 43 mil EPIs e 938 mil reais em dinheiro

JC
JC
Publicado em 26/05/2020 às 10:50
Notícia
DAY SANTOS/JC IMAGEM
Só de alimentos foram doados 102 toneladas para a campanha - FOTO: DAY SANTOS/JC IMAGEM
Leitura:

Atitude Cidadã. Está em nossas mãos
Selo do projeto Está em Nossas Mãos - Atitude Cidadã. Está em nossas mãos

Uma senhora de Limoeiro, no Agreste pernambucano, entregou um quilo de arroz, dos dois que tinha em casa, enquanto uma empresa aportou sozinha R$ 300 mil. Pequenas ou grandes, são doações que vão fazer a diferença para 83 instituições que estão atendendo pacientes com covid-19 ou ajudando a diminuir os impactos da pandemia na vida de milhares de pessoas no Estado.

O balanço final da campanha Atitude Cidadã - Está em nossas mãos, do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC), em parceria com o Instituto JCPM de Compromisso Social (IJCPM), mostrou a força de quem faz o bem. Foi arrecadado maior que R$ 1,5 milhão em dinheiro, alimentos e produtos, além de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Em números exatos, a campanha, encerrada domingo (24), contou com a solidariedade de 134 empresas e 286 cidadãos, que fizeram 326 doações. Eles doaram 102 toneladas de alimentos, 19,8 toneladas de produtos de higiene e limpeza, 43.863 unidades de máscaras ou EPIs e R$ 938.070,00 em dinheiro. Juntando todos os donativos (convertendo os produtos em valores), a iniciativa do SJCC e IJCPM vai repassar um total de R$ 1.537.269,00 para as entidades que integraram a iniciativa. A campanha contou com a parceria da PwC na verificação das contas bancárias das instituições. As doações foram todas feitas diretamente para essa contas.

“Em um momento de crise como o que estamos passando, não só na saúde, mas também em outras áreas como a economia, é gratificante perceber quantas empresas e cidadãos participaram. Independentemente do valor que cada um deu, o saldo é muito positivo. Instituições que atuam com idosos, crianças, pessoas com câncer, além de profissionais de saúde e hospitais receberão reforço importante nesse momento”, observa a diretora de Desenvolvimento Social e Relações Institucionais do Grupo JCPM, Lúcia Pontes. Até a última segunda-feira (25), o Estado somava 28.366 pessoas infectadas pelo novo coronavírus, com 2.248 mortes.

MOBILIZAÇÃO

Durante 19 dias, de 6 a 24 de maio, profissionais de todos os veículos do SJCC - Rádio Jornal, TV Jornal, Jornal do Commercio, portal NE10 e JC Online - se envolveram para sensibilizar a sociedade. No dia 13, toda a programação da rádio foi voltada para a iniciativa.

A diretora de Jornalismo da TV e da Rádio Jornal, Mônica Carvalho, comemorou o resultado da campanha. “Diante da urgência que a pandemia provoca, houve pouco tempo entre a concepção e a execução do projeto. Os números superaram as nossas expectativas. E mostraram a força que a comunicação exerce, principalmente se vem de um sistema como o SJCC, que tem credibilidade e alcance em todo o Estado”, diz Mônica.

“A Rádio Jornal, que capitaneou a campanha, é uma concessão pública e está na mente e no coração dos pernambucanos há mais de 70 anos. É ouvida por pessoas de todas as classes, de trabalhadores a empresários. Nossos ouvintes deram um grande exemplo de solidariedade”, destaca Mônica. Nos horários de pico, entre 7h e 12h, a Rádio Jornal tem uma média de 100 mil ouvintes por minuto.

HISTÓRIAS

No Recife e Região Metropolitana a campanha recebeu 294 doações. No interior, foram 265. Fora do Grande Recife, a Rádio Jornal Garanhuns foi a que mais contabilizou doações, com 102, seguida da emissora de Limoeiro (59) e Pesqueira (56). Em Caruaru, a Rádio Jornal somou 40 doações e em Petrolina, seis. Segunda-feira (25), mesmo com a ação encerrada, novas instituições contribuíram, como o Instituto Vicky e Joseph Safra.

“Tivemos muitas histórias interessantes, como a da dona de casa de Limoeiro que telefonou para doar um quilo de arroz. Em Garanhuns houve fila de ouvintes para deixar donativos na sede da rádio. Uma pessoa em vez de entregar produtos ou alimentos disponibilizou um carro com motorista para buscar as doações, o que ajudou muito”, conta o diretor executivo do SJCC Interior, Carlos Humberto Rocha.

“Donos de pequenas granjas se uniram e fizeram uma grande doação, nos repassando 4,5 toneladas de frango”, complementa Carlos. Ele diz que o sentimento dos funcionários do SJCC é de muito orgulho. “Unimos quem estava precisando com quem podia doar.”

“A pandemia vai passar. Mas a realidade de tantas pessoas que conseguimos apoiar com essa campanha, como os moradores das palafitas, vai continuar a mesma, infelizmente. Por isso, além da importância de manter a solidariedade, é preciso cobrar ações para que elas sejam assistidas o ano inteiro”, reforça Lúcia Pontes.

Balanço final das doações

R$ 938.070,00  - Valor em dinheiro para instituições

R$ 1.537.269,00 - Valor total arrecadado (doações em dinheiro + produtos convertidos em valores)

19,8 toneladas - Produtos de higiene e limpeza

102 toneladas - Alimentos

43.863 unidades - Máscaras e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs)

Perfil do doador

134 pessoas jurídicas (empresas), que realizaram 234 doações, totalizando R$ 749.930

286 pessoas físicas (cidadãos), que fizeram 326 doações, somando R$ 153.140

Instituições beneficiadas

83 total
64 no Recife e Região Metropolitana
19 no interior de Pernambuco

Arte SJCC
Empresas, entidades e associações que contribuíram para a campanha Atitude Cidadã - Está em nossas mãos - Arte SJCC

Atitude Cidadã. Está em nossas mãos
Selo do projeto Está em Nossas Mãos - FOTO:Atitude Cidadã. Está em nossas mãos
Arte SJCC
Empresas, entidades e associações que contribuíram para a campanha Atitude Cidadã - Está em nossas mãos - FOTO:Arte SJCC

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias