covid-19

Prefeitura do Recife anuncia distribuição de máscaras e estações itinerantes para orientação sobre coronavírus

Ações visam promover segurança das pessoas com o maior fluxo de circulação na cidade

JC
JC
Publicado em 25/06/2020 às 11:27
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Movimentação nas ruas do centro do Recife durante a pandemia do coronavírus - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Para promover a segurança das pessoas que estão circulando pela cidade do Recife devido à reabertura gradual das atividades comerciais, foram anunciadas, durante pronunciamento do prefeito Geraldo Júlio e do secretário de saúde Jailson Correia, na manhã desta quinta-feira (25), a distribuição de 100 mil máscaras para os moradores, além da operação de estações itinerantes a partir da próxima segunda-feira (29), com o objetivo de informar a população sobre a pandemia.

» Mais de 340 mil pessoas em Pernambuco tiveram sintomas de covid-19 em maio, diz IBGE

» "A UTI não é a salvação", alerta pesquisador sobre aparente sensação de segurança da queda de internações

» Taxa de contágio do coronavírus em Pernambuco volta a ser superior a 1; saiba o que isso quer dizer

“Com as reaberturas que foram feitas na cidade, os cuidados pessoais ganharam ainda mais importância. Para reforçar isso, nós estamos comprando máscaras feitas por costureiras para distribuição para a população em mercados públicos, feiras, parques, orlas, centros da cidades serão os pontos em que faremos essa distribuição. Neste primeiro momento, serão 100 mil máscaras de tecido que serão fornecidas, junto com orientações para viver essa nova etapa”, afirmou o gestor do Recife.

Os materiais de proteção foram confeccionado por costureiras, Microempreendedores Individuais (MEIs) e Microempresas (MEs) da área de confecção contratados pela Prefeitura do Recife, através de edital divulgado em maio. A ação da Secretaria de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo (STQE) com o Gabinete de Projetos Especiais (GABPE) contratou 148 costureiras e 14 pessoas jurídicas, para a produção.

Além das máscaras, também foi anunciado que o programa Saúde em Todo Lugar, da Prefeitura, vai iniciar a operação das estações itinerantes de orientação para a covid-19 na cidade. “Essas estações passam a funcionar a partir da segunda-feira (29), em mercados, feiras e ruas do centro da cidade. Nelas, teremos profissionais de saúde, trazendo várias orientações para a população como a divulgação dos aplicativos”, afirma Jailson Correira. Entre eles, estão o Atende em Casa, o Movimenta Recife e o Dycovid.

Segundo o secretário, serão feitas orientações de higiene pessoal, etiqueta respiratória e distanciamento social, dicas de como cuidar do corpo e da mente em tempos de pandemia. “Além disso, dicas práticas, como por exemplo, como fazer para proteger pessoas em casa quando voltamos da rua ou quais as medidas mais adequadas para proteger pessoas vulneráveis que continuam em casa”, afirma Jailson Correia. No pronunciamento, ainda reforçou que sair de casa deve ser apenas se for necessário. “Quem puder, continue em casa”, finaliza.

Com baixa demanda, Recife desativa leitos de enfermaria para reforçar UTI

Em razão da diminuição de demanda nas enfermarias da rede emergencial de saúde, a prefeitura do Recife está reorganizando a distribuição de leitos voltados para pacientes da covid-19. Leitos de baixa complexidade na capital serão desativados para dar reforço nas unidades de tratamento semi-intensivo e UTI. Serão desmontados sete módulos de 30 leitos cada um, localizados nas policlínicas Campina do Barreto, Barros Lima e Arnaldo Marques, e no Hospital da Mulher do Recife (HMR). 

“Esses módulos foram montados em estruturas provisórias que podem, inclusive, se necessário, serem remontados caso uma onda futura exija isso. Acreditamos que isso não será necessário, mas ainda assim é possível a remobilização”, explicou o secretário municipal de Saúde, Jailson Correia.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias