Retomada

Veja serviços que voltam a funcionar em Pernambuco nesta segunda-feira (13)

O Agreste será a região que mais vai registrar mudanças

JC Douglas Hacknen
JC
Douglas Hacknen
Publicado em 12/07/2020 às 20:08
Notícia
Foto: Alexandre Belém/ Acervo JC Imagem
Clubes sociais poderão reabrir em todo o estado de Pernambuco - FOTO: Foto: Alexandre Belém/ Acervo JC Imagem
Leitura:

Nesta segunda-feira (13) Pernambuco dá um novo passo para a retomada das atividades. O Governo do Estado, por meio de decreto publicado no Diário Oficial (DOE) de 11 de julho, autorizou a reabertura de clubes para prática esportiva, em todas as cidades, a retomada de aulas práticas e de estágio curricular presencial nas instituições de ensino superior e a abertura de templos religiosos e do comércio, no Agreste.

>> Municípios do Agreste de Pernambuco poderão reabrir comércio e salões de beleza a partir de segunda-feira (13)

>> Pernambuco autoriza reabertura de clubes para práticas esportivas individuais a partir desta segunda (13)

Nos clubes, a prática de atividades esportivas devem ser feitas individualmente; lutas seguem proibidas. As aulas práticas e estágios presenciais também abrangem instituições de educação profissional e técnica, nos cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) ou de qualificação profissional. Essa autorização não se aplica para cursos técnicos de nível médio, em instituições públicas e privadas, e para as demais atividades pedagógicas de instituições de ensino superior, que seguem suspensas, ao menos, até o dia 31 de julho.

Região Metropolitana

Nesta semana, a principal mudança na região metropolitana é referente a abertura de clubes sociais, porém, a previsão é que a partir do dia 20 de julho os bares e restaurantes poderão reabrir as portas, desde que sigam as medidas sanitárias e com 50% da capacidade máxima dos ambientes. As regras devem ser válidas para restaurantes em shoppings e praças de alimentação. 

>> Reabertura das academias em Pernambuco marcada para dia 20 de julho

>> Governo de Pernambuco anuncia dia 20 de julho para reabertura de bares e restaurantes

As academias, após mais de três meses de paralisação, entrarão no pacote de liberações do dia 20. Nesse primeiro momento haverá restrições e fiscalização para que tudo aconteça com segurança. A decisão foi tomada após reunião entre o governo de Pernambuco, a prefeitura do Recife e representantes da categoria

Agreste

Municípios do Agreste, que estavam na Etapa 2 do 'Plano de Convivência com a Covid-19', irão avançar, nesta segunda, para a Etapa 4. Lojas de varejo de rua, salões de beleza e estética, comércio de veículos, incluindo serviço de aluguel e vistoria, com 50% do público, construção civil com 100% do efetivo e shoppings centers com atendimento presencial poderão abrir as portas.

>> Saiba o que vai reabrir nos municípios do Agreste de Pernambuco a partir da próxima segunda (13)

O Plano é dividido em 11 fases. Com isso, as 53 cidades da região serão impactadas.

  • Parques e praças

Fica determinado que a regulamentação do acesso a parques, praças e calçadões estará a cargo dos municípios desta macrorregião. As prefeituras devem seguir os protocolos para o restabelecimento das atividades de maneira gradual.

  • Igrejas

Igrejas e templos religiosos vão poder realizar celebrações. Desde que os protocolos sejam respeitados. Os espaços religiosos precisarão seguir um rígido protocolo, com uma série de medidas preventivas. O público deve ser limitado a 30% de sua capacidade, podendo chegar ao limite de 50 pessoas nos templos de até mil lugares e 300 pessoas nos locais com capacidade acima de mil lugares.

Logo na entrada, deve ser realizado o controle do fluxo de pessoas e, caso seja necessário realizar fila, deve haver demarcação para manter o distanciamento mínimo de 1,5 metro. Se possível, as portas de entrada devem ser diferentes das de saída, havendo sinalização de sentido único, de modo a evitar que as pessoas se cruzem.

>> Veja o que pode funcionar com reabertura do comércio de Caruaru

>> Veja programação da última semana da Festa de Nossa Senhora do Carmo, padroeira do Recife

Segundo a Secretaria de Planejamento e Gestão, entre as regras estabelecidas, está a adoção de um intervalo mínimo entre as celebrações, que deve ser de três horas, tanto para evitar aglomeração quanto para garantir uma efetiva limpeza do ambiente. “Essas atividades devem obedecer as medidas sanitárias priorizando, além do distanciamento, os protocolos de higiene, com cadeiras e bancos de uso individualizado, em quantidade compatível com o número de participantes, por exemplo”, explicou Alexandre Rebêlo, secretário da pasta.

Os bancos de uso coletivo devem ser reorganizados e demarcados de forma a garantir o afastamento recomendado. Antes, durante e depois da realização das celebrações religiosas devem ser evitadas práticas de aproximação entre as pessoas e outras formas de contato físico, como dar as mãos, beijos, abraços, apertos de mãos, entre outros.

Sertão

As cidades da região permanecem ainda nesta mesma fase, na etapa 4.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias