CPRH

Casal é flagrado traficando animais silvestres no Agreste de Pernambuco

Além de serem detidos, os namorados deverão pagar uma multa de R$ 87 mil

Douglas Hacknen
Douglas Hacknen
Publicado em 05/08/2020 às 18:26
Notícia

DIVULGAÇÃO/CPRH
Casal é preso por tráfico de animais - FOTO: DIVULGAÇÃO/CPRH
Leitura:

Um casal de namorados foi multado em R$ 87 mil (R$ 43.500 cada) após ser flagrado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) traficando animais silvestres. As duas pessoas estavam passando pela BR-232, no município de São Caetano, no Agreste de Pernambuco, na última terça-feira (4), quando foram interceptadas. Depois de fazer uma vistoria padrão, os policiais constataram que o casal transportava os animais, ilegalmente.

>> Filhote de gato-mourisco encontrado na Bahia é entregue à CPRH

>> CPRH embarga obra municipal na praia de Maracaípe e multa a Prefeitura de Ipojuca

>> CPRH faz vistoria em devastação na área de restinga em Maracaípe, Litoral Sul de Pernambuco

Acionada pela PRF, equipe do Setor de Fauna da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) foi até o local, para a lavratura dos autos de infração. O casal revelou à PRF que não foi a primeira vez que os dois se deslocaram para comprar pássaros silvestres em São Caetano. O intuito era revendê-los na feira do troca-troca, que ocorre aos sábados, no município de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata.

O chefe do setor de Gestão de Fauna Silvestre da CPRH, Iran Vasconcelos explicou que “o casal transportava 29 pássaros da fauna brasileira, comprados na feira de troca-troca, no município de São Caetano. Cada um dos infratores foi multado em R$ 43.500. Também apreendemos o veículo, pois é o instrumento do crime”, disse.

>> Ibama apreende duas serpentes em encomenda dos Correios no Recife

Foram recuperadas aves das espécies concriz, papa-capim, galo-de-campina, tico-tico, azulão e sanhaçu. Elas foram levadas para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas Tangara), unidade da CPRH, onde ficarão em observação, antes de serem devolvidos à natureza.

“Com o apoio da PRF, nós estamos avançando no combate ao tráfico de animais silvestres. O trabalho em parceria, tanto com a Polícia Rodoviária Federal, como com as Polícias Militar e Civil são essenciais para que possamos punir quem comete crimes ambientais e devolvermos os animais à natureza”, comentou Iran Vasconcelos.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias