Furto

Turista é furtado em Fernando de Noronha durante sexo grupal

Acusado é um dos quatro homens que estavam com o turista em um terreno baldio em Noronha na madrugada do domingo (11). Ele foi preso em flagrante com cerca de R$ 1 mil e após audiência de custódia nesta segunda (12) foi liberado

JC
JC
Publicado em 12/10/2020 às 21:08
Notícia

DIVULGAÇÃO
Número de voos chega a 24 a partir de 10 de dezembro - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

Um turista de São Paulo foi furtado em Fernando de Noronha na madrugada do último domingo (11) por um pedreiro, no momento em que fazia sexo com ele e outros três colegas. Eles estavam em um terreno baldio próximo a BR-363 quando um dos pedreiros deixou o local com cerca de R$ 1 mil que estavam na pochete do turista.

O turista fez a denúncia do furto à Polícia Civil de Fernando de Noronha. A partir de uma foto tirada por ele de um dos trabalhadores foi possível chegar até o acusado. Segundo a Polícia Civil, ele não é morador de Noronha e presta serviço em uma obra. O acusado foi preso em flagrante, mas após a audiência de custódia online nesta segunda (12) foi solto e vai responder ao processo em liberdade.  

Ainda de acordo com a Polícia Civil de Fernando de Noronha, o turista estava sozinho quando foi abordado pelos quatro trabalhadores para uma proposta de sexo. Ele aceitou e o grupo se dirigiu a um terreno baldio, próximo à praça Flamboyant.

O crime ocorreu por volta das 3h30 da madrugada do domingo (11). "A vítima percebeu que um deles tinha pegado a pochete, ele gritou, o acusado soltou a pochete no mato, só que nesse momento ele já tinha pego o dinheiro", explicou a comissária especial da Polícia Civil, Eva Moura.

Turismo 

Fernando de Noronha teve autorização a receber turistas de forma geral no último sábado (10), dentro da segunda etapa do plano de flexibilização do turismo do local. Desde setembro, o arquipélago estava aberta apenas para turistas que comprovadamente há haviam sido infectados com a covid-19, mas estavam clinicamente curados. 

>> Noronha recebe turistas de todo o País após reabertura total do arquipélago

A sócia da Ecopousada Teju-Açu Ana Maria Miranda, moradora de Noronha há 25 anos, lamentou o furto ocorrido no último domingo (11) e se mostrou apreensiva quanto aos efeitos negativos do episódio para o turismo de Noronha. "A população está muito chateada com isso, porque a gente está esperando o turismo (retomada) com tanto amor e a primeira coisa é isso. Esse tipo de trabalhador não condiz com Noronha, e a gente está frustrado", disse Ana Maria.

Turista testa positivo para a covid-19

Um turista do Recife foi testado em Fernando de Noronha e teve resultado positivo para a covid-19 após desembarcar na Ilha no último sábado (10), dia da reabertura total ao turismo. Assim, ele permanecerá isolado e em quarentena na pousada, assumindo os custos da extensão da hospedagem, até que um novo exame ateste a cura clínica. O caso foi divulgado pela administração da ilha na noite da segunda-feira (12).

Todos que viajam até o arquipélago e ainda não tiveram coronavírus precisam apresentar o resultado negativo do exame RT-PCR realizado no dia anterior ao embarque ou no mesmo dia da viagem. O passageiro, no entanto, havia sido examinado no dia 11 de setembro, segundo a administração do local.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias