HOMENAGENS

Cemitérios do Recife registram movimento tranquilo na véspera do feriadão de Finados

Por conta do feriado prolongado, a expectativa é de que as celebrações não fiquem restritas ao dia dois

JC
JC
Publicado em 30/10/2020 às 16:13
Notícia

YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Por conta da covid-19, algumas famílias decidiram antecipar as homenagens - FOTO: YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Os cemitérios do Recife ainda registram uma movimentação tranquila nesta sexta-feira (30), dia que antecede o feriadão de Finados. Como a data é celebrada na próxima segunda-feira (2), as famílias também terão o fim de semana para prestar homenagens aos entes queridos. Por isso, a expectativa é de que as celebrações não fiquem restritas ao dia dois. 

Este ano, por conta da pandemia da covid-19, a visitação conta com novas regras. As tradicionais missas celebradas nos cemitérios estão suspensas e somente visitantes com máscara poderão entrar no local. A Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), informou que está realizando diversos serviços nos cemitérios públicos do Recife, para garantir ao público.

No cemitério de Santo Amaro, o maior da capital pernambucana, funcionários finalizavam a preparação do local que costuma receber um grande número de visitantes durante o Dia de Finados. Na manhã desta sexta-feira (30), já era possível observar a presença de algumas famílias no cemitério.

A aposentada Jeane Maria, de 74 anos, decidiu antecipar sua visita para esta sexta-feira. Ela conta que a pandemia influenciou na decisão. "Primeiro por conta do coronavírus, pra evitar ficar junto de tanta gente. E também porque, como hoje ainda tá mais vazio, a gente consegue tem maior privacidade", afirmou.

Jeane conta que costuma frequentar o local no Dia de Finados há mais de 20 anos, desde que o pai faleceu. Recentemente, depois da morte da mãe, a aposentada passou a prestar as homenagens com maior frequência. "Eu acredito que faz bem pra quem está lá, saber que tá sendo lembrado. Então eu venho quase todo mês pra acender uma vela e deixar umas flores, especialmente pra minha mãe", finalizou.

No Parque das Flores, o movimento ainda era fraco na véspera do feriadão, apesar da expectativa de que as famílias antecipassem suas homenagens. Localizado na Zona Oeste do Recife, o cemitério conta com mais de 17 mil túmulos. Dois deles pertencem à família da aposentada Fátima Matos, de 67 anos, e seu marido, Alfredo Waechter, de 72 anos. Há 25 anos ela costuma ir até o cemitério no Dia de Finados, homenagear o pai. A tradição da família de ir até o local durante o feriado teve início com a morte do pai do marido de Fátima, 44 anos atrás.

Neste ano, o casal decidiu antecipar a visita por conta da pandemia. Mas, eles se declararam surpresos ao chegar no local, já que os funcionários do cemitério não estavam utilizando máscaras, equipamento exigido para aqueles que desejam entrar no cemitério. Através de nota, a Emlurb informou que "irá reforçar a fiscalização para que as pessoas permaneçam com máscara na dependência dos cemitérios".

O órgão também afirmou que "o Cemitério Parque das Flores conta com banheiros onde constam pias com água e sabão para os visitantes, como recomendam as normas sanitárias. Em horários de maior demanda, funcionários disponibilizam álcool 70% para os visitantes. Para o próximo Dia de Finados, será montado um esquema para garantir os protocolos de segurança para os visitantes, com a distribuição de álcool gel".
 


 

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias