Ilegalidade

Gerente de rede de academia do Recife é preso em flagrante após Celpe flagrar furto de energia

Uma das unidades que recebeu a fiscalização era reincidente

Jorge Nunes
Jorge Nunes
Publicado em 15/12/2020 às 18:10
Notícia

Divulgação
Técnicos conferem o contador de uma das unidades - FOTO: Divulgação
Leitura:

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) detectou, nesta terça-feira (15), um desvio de energia em duas unidades de uma rede de academia de ginástica, nos bairros de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, e da Tamarineira, na Zona Norte da cidade. Equipes técnicas encontraram fraudes nos medidores das unidades. O gerente dos estabelecimentos foi conduzido à delegacia de Casa Amarela, na Zona Norte, para prestar esclarecimentos.

A ação foi conduzida pela área de inteligência da empresa e contou com o apoio da Polícia Civil e de peritos do Instituto de Criminalística (IC). A delegacia informou que o homem foi liberado durante a tarde após pagar uma fiança de cerca de R$ 3 mil.

Na unidade do bairro de Boa Viagem, localizada na Zona Sul do Recife, o medidor estava danificado, por isso, não estava medindo o consumo de parte da carga consumida pela unidade. Já a unidade do bairro da Tamarineira, Zona Norte da capital, segundo a Celpe, é reincidente e estava ligada diretamente na rede de distribuição, sem a devida medição de consumo. Após constatar a irregularidade, a Companhia removeu o ramal de ligação responsável pelo suprimento de energia do prédio e está realizando o levantamento da carga que não estava sendo medida. 

A assessoria não informou se este gerente preso respondia pelas duas unidades.

>> Celpe devolve até R$ 10 para quem pagar conta de luz através de PicPay

“Para descobrir as fraudes, realizamos algumas avaliações através de informações levantadas pelo núcleo de inteligência. Enviamos uma equipe de inspeção aos locais e constatamos as irregularidades, juntamente com a autoridade policial”, relata o gerente de Recuperação de Receita da Celpe, Gustavo Santos.

A concessionária está calculando o volume de energia recuperada. A Celpe reforça o fato de que o roubo de energia é um crime que está sujeito às penalidade do artigo 155 do Código Penal Brasileiro. Os clientes que desejarem denunciar o furto de energia podem acionar os meios de atendimento da concessionária, sem a necessidade de identificação. 

Divulgação
Os contadores foram conferidos por equipe técnica que foi ao local - FOTO:Divulgação

Comentários

Últimas notícias