Apreensão

Dois homens são presos por suspeita de roubo de peças do Metrô do Recife

O material que teria sido retirado da linha férrea foi apreendido pela PM

Vanessa Moura Jorge Nunes
Vanessa Moura
Jorge Nunes
Publicado em 22/12/2020 às 13:42
Notícia
Divulgação: Polícia Militar
Carro juntamente da mercadoria apreendida - FOTO: Divulgação: Polícia Militar
Leitura:

Matéria atualizada às 9h15 de 23/12.

Dois homens foram presos, nesta segunda-feira (21), por suspeita de roubo de peças e equipamentos do Metrô do Recife. De acordo com a Polícia Militar, durante a abordagem, um dos suspeitos chegou a apresentar um documento falso aos policiais. 

Ainda segundo a PM, após serem acionados pelo rádio, policiais do 19° Batalhão abordaram o veículo que carregava o material que teria sido retirado da linha férrea em uma carroça atrelada. A abordagem aconteceu a Avenida Recife, no bairro do Ibura, na Zona Sul do capital.

Questionado pela polícia, o motorista do veículo, um autônomo de 37 anos, afirmou ter comprado o material na comunidade do Tijolinho, em frente ao Aeroporto, e identificou quem seria o fornecedor. Ao seguir para o local indicado, os policiais encontraram o segundo suspeito, um homem de 25 anos, que alegou ter recebido os produtos de um segurança da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), e mostrou pelo celular a foto de um documento que autorizaria a retirada e venda dos materiais. A Polícia Ferroviária Federal foi acionada e constatou que o documento era falso. Os dois suspeitos não tinham passagem pela polícia. 

Além das peças metálicas, também foram apreendidos, o veículo e seu reboque, dois aparelhos celulares, caderno com possível anotações de outras vendas de mercadorias receptadas, e documentos diversos. De acordo com funcionários da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), os materiais apreendidos, tais como, presilhas, parafusos, porcas e rodantes do VLT, eram novos. 

O primeiro suspeito admitiu que iria levar os produtos para uma empresa de sucatas na BR-101, no bairro da Guabiraba. Tanto o material apreendido quanto a dupla foram encaminhados para a sede da Polícia Federal para a tomada das providências cabíveis. Ambos foram autuados em flagrante por receptação qualificada e uso de documento falso, e caso venham a ser condenados poderão pegar penas que variam de 2 a 14 anos de reclusão. Eles passaram pela audiência de custódia, foram liberados e responderão ao processo em liberdade, ficando à disposição da Justiça Federal.

Divulgação: Polícia Militar
Carregamento de materiais roubados - FOTO:Divulgação: Polícia Militar
Divulgação: Polícia Militar
material apreendido - FOTO:Divulgação: Polícia Militar
Divulgação: Polícia Militar
Carro juntamente da mercadoria apreendida - FOTO:Divulgação: Polícia Militar

Comentários

Últimas notícias