CONFRONTO

Quatro suspeitos de tráfico são mortos pela Polícia Militar durante troca de tiros em Porto de Galinhas

Segundo a corporação, todos os feridos foram encaminhados para unidades de saúde, mas não resistiram aos ferimentos

JC
JC
Publicado em 22/12/2020 às 7:55
PM/DIVULGAÇÃO
Durante a operação, foram apreendidos três revólveres, uma pistola, aproximadamente 25kg de maconha e três balanças de precisão - FOTO: PM/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Quatro suspeitos de envolvimento em tráfico de drogas foram mortos durante uma troca de tiros com a Polícia Militar de Pernambuco em Porto de Galinhas, Ipojuca, na manhã dessa segunda-feira (21). Segundo a corporação, eles chegaram a ser encaminhados para unidades de saúde, mas não resistiram aos ferimentos.

A PM conta que recebeu informações sobre a chegada de uma carga de drogas na localidade conhecida como Ponto do Surfe, em Salinas, e direcionou policiais do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) até o local para averiguar a denúncia. Ao chegarem, os militares teriam sido recebidos a tiros pelos suspeitos, que teriam tentado se esconder dentro do manguezal.

Segundo a corporação, o local do confronto já é conhecido como um ponto onde traficantes embalam drogas para a comercialização nas comunidades vizinhas.

O primeiro a ser encontrado pelos policiais seria o líder do grupo, que segundo a PM portava uma pistola calibre .40. Atingido pelos disparos, ele foi capturado e levado ao Hospital Dom Hélder, mas não sobreviveu. Os outros membros do grupo também foram localizados feridos, e todos portavam revólveres calibre 38. Eles foram conduzidos para a Unidade de Pronto Atendimento de Porto de Galinhas, mas também não resistiram.

O material apreendido durante a operação: três revólveres, uma pistola, aproximadamente 25 kg de maconha e três balanças de precisão, foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios Sul, para que fossem tomadas as medidas cabíveis e dado prosseguimento às investigações.

Por nota, a Polícia Civil de Pernambuco afirmou que o caso será investigado pela Divisão de Homicídio Sul.

Comentários

Últimas notícias