LUTO

Amigos e parentes se despedem de menino que morreu atropelado por caminhão na BR-101, na Zona Sul do Recife

Mãe de Bernard, Maria Aparecida segue internada na UTI do Hospital da Restauração, sem previsão de alta

JC
JC
Publicado em 22/01/2021 às 18:18
Notícia
Beto DLC/JC Imagem
Corpo de Bernard foi enterrado nesta sexta-feira (22), no Cemitério de Santo Amaro - FOTO: Beto DLC/JC Imagem
Leitura:

Com informações dos repórteres Michael Carvalho e Juliana Oliveira, da TV Jornal

Sob forte comoção, amigos e parentes de Bernard Gabriel Honorato Martins, de 6 anos, deram o último adeus ao menino que morreu após ser atropelado por um caminhão na BR-101, no bairro do Jordão, na Zona Sul do Recife. O velório foi realizado no Cemitério de Santo Amaro, no centro da cidade na tarde desta sexta-feira (22).

>> Acidente com van deixa pelo menos cinco mortos em Joaquim Nabuco, na Mata Sul de Pernambuco

O avô de Bernard, Silvestre Ferreira, esteve no Instituto Médico Legal, no bairro de Santo Amaro, no Centro do Recife, para liberar o corpo da criança nesta sexta (22). Ele relatou que ainda não sabe como será a vida sem o menino. "Meus dias, eu não sei. Só Deus nos dá o conforto porque vai ser muito difícil de hoje em diante. Eu sempre falava com ela pra ela ir mais cedo pra casa por conta da iluminação na rodovia, porque você vê quem tá lá na BR, mas durante a noite fica difícil". Questionado se perdoaria o caminhoneiro, o avô de Bernard afirmou que sim. "A culpa é da autoridade", destacou. 

A avó do garoto, Janeleusa Honorato, também compareceu ao IML. Ela falou que ainda não sabe como contar para a filha que Bernard morreu. "Acabou a vida da minha filha que ficou sem a perna e não vai mais poder fazer a profissão que ela tanto gostava. Eu estou pensando como é que eu vou dar a notícia pra ela, chegar pra ela e dizer 'Minha filha, o seu filho morreu'. Porque eu conheço ela e sei que ela não vai suportar". 

Relembre o acidente

Uma carreta atingiu mãe e filho na noite da quarta-feira (20), no Jordão, na Zona Sul do Recife. O acidente aconteceu na BR-101, no quilômetro 77, quando Maria Aparecida Honorato da Silva, 27 anos, e Bernard Gabriel Honorato Martins, de 7 anos, tentavam atravessar a rodovia e foram atropelados pelo veículo.

As vítimas ficaram presas embaixo da carreta e tiveram que ser socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) com a ajuda da população. Elas foram encaminhadas ao Hospital da Restauração (HR), na área central do Recife. No HR, o menino não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Testemunhas disseram à reportagem da TV Jornal que um motociclista teria feito uma manobra irregular no canteiro central da rodovia para atravessar a BR. Ao tentar desviar, o motorista da carreta teria perdido o controle do veículo, atingindo mãe e filho, que estavam no acostamento.

Na quinta-feira (21), moradores do Jordão Alto, na Zona Sul do Recife, bloquearam parte da BR-101, nas imediações do quilômetro 77, em protesto por causa do atropelamento. Após a manifestação dos moradores, que denunciaram que Maria Aparecida não estaria recebendo assistência adequada no Hospital da Restauração, Aparecida foi transferida para a Unidade de Terapia Intensiva na noite dessa quinta-feira (21) e segue internada em estado grave no Hospital da Restauração, no Centro do Recife, sem previsão de alta.

Day Santos/JC Imagem
Avós de Bernard e pais de Maria Aparecida estiveram no IML para liberar corpo da criança - FOTO:Day Santos/JC Imagem

Comentários

Últimas notícias