SELEÇÃO

Governo de Pernambuco anuncia seleção simplificada com 79 vagas para atuar na prevenção às drogas e à violência

Portaria que autorizou a seleção pública simplificada foi assinada pelo governador Paulo Câmara nesta quinta-feira (28)

JC
JC
Publicado em 28/01/2021 às 15:54
Notícia

Foto: Guga Matos /  JC Imagem
Entre o conjunto de servidores estão pedagogos, assistentes sociais e articuladores - FOTO: Foto: Guga Matos / JC Imagem
Leitura:

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, ao lado secretário de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas, Cloves Benevides, assinou na tarde desta quinta-feira (28), uma portaria que permite a contratação de 79 servidores temporários. Escolhidos por meio de uma seleção pública simplificada, os novos servidores atuarão por 12 meses no enfrentamento e combate às violências e drogas em Pernambuco.

De acordo com o secretário Cloves Benevides, os contratados atuarão distribuídos em três estações regionais e duas estações no interior do Estado, localizadas no Sertão e no Agreste de Pernambuco. Responsáveis por uma rede de mediação de conflitos, realização de uma série de oficinas socioculturais voltadas para os jovens e outras dinâmicas, os servidores deverão atuar especialmente na prevenção de crimes de proximidade. "Uma característica de crime banal, que pode ser evitado a partir de uma série de elementos de aproximação", destacou o secretário.

Segundo Cloves, o conjunto de servidores com diversas formações, incluindo pedagogos, assistentes sociais e articuladores, acompanharão, prioritariamente, egressos do sistema prisional e educativo, realizando visitas domiciliares e trabalhando com a implementação e oferta de processos de qualificação. "Construirão uma mobilização local a partir dos diversos atores da sociedade, além da discussão com a rede intersetorial de resposta, com a rede de saúde, assistência, educação e todas as outras possíveis".  

Para o governador Paulo Câmara, a contratação dos servidores poderá ajudar a evitar que jovens tenham o primeiro contato com o crime. "Sabíamos que tínhamos que investir cada vez mais na prevenção para que os jovens não tenham contato e não façam nenhum movimento indo de encontro com as ações criminosas". 

O chefe do executivo estadual afirmou que vem "trabalhando intensamente com o Pacto pela Vida para diminuir a violência e os homicídios" em Pernambuco. Para ele, a prevenção é considerada a grande política pública dentro do programa estadual. "Vamos buscar identificar, cuidar e qualificar para que os mais vulneráveis possam fazer a diferença no seu futuro e na sua vida. Será um trabalho intenso mas gratificante", afirmou o governador ao dar as boas vindas aos novos servidores estaduais. 

Confira a assinatura da portaria:

Aumento de homicídios no Estado

A coluna Ronda JC mostrou que nem mesmo o isolamento social foi capaz de minimizar os efeitos da violência em Pernambuco. Balanço divulgado pela Secretaria de Defesa Social (SDS), no dia 15 de janeiro, revela que 2020 fechou com aumento de 8,4% no número de homicídios em relação a 2019. No total, 3.759 pessoas perderam a vida no ano passado. Os feminicídios também tiveram crescimento de 19,1%.

Em um ano marcado pela pandemia do novo coronavírus, todas as regiões do Estado registraram o aumento da violência, com exceção do Agreste - que teve uma tímida redução nos números. Segundo as estatísticas da SDS, o Sertão contabilizou 475 mortes violentas em 2020 contra 293 no ano anterior. Um aumento de 20,87%. Já o Recife, 562 homicídios no ano passado - 71 a mais que em 2019, ou seja, um índice 14,46% maior. Já no Agreste, foram 885 assassinatos em 2020 contra 895 no ano anterior. Queda de apenas 1,12%.

Comentários

Últimas notícias