IMUNIZAÇÃO

Com dose prestes a vencer, idosa com menos de 85 anos é vacinada contra a covid-19 em Paulista, no Grande Recife

Imunização foi feita durante uma ação de imunização de idosos acamados

JC
JC
Publicado em 05/02/2021 às 13:16
Notícia

TÂNIA RÊGO/AGÊNCIA BRASIL
Vacina da AstraZeneca, que está sendo utilizada para vacinar os idosos, tem validade de apenas 6 horas depois de aberta - FOTO: TÂNIA RÊGO/AGÊNCIA BRASIL
Leitura:

Durante uma ação de imunização de idosos acamados em Paulista, no Grande Recife, realizada com o apoio do Detran, uma idosa com 81 anos recebeu a vacina contra a covid-19 nesta sexta-feira (5). Apesar de não estar na faixa etária atual da campanha, que tem como objetivo vacinar idosos com 85 anos ou mais,  a idosa foi vacinada pelos agentes de saúde da Prefeitura de Paulista, que estavam com doses do imunizante prestes a vencer.

Inicialmente, a reportagem da TV Jornal recebeu a informação de que havia doses da vacina sobrando, e por isto ela teria sido vacinada. Porém, a Prefeitura de Paulista explicou a situação. Por meio de nota, a gestão municipal afirmou que as vacinas do lote precisavam ser utilizadas o mais rápido possível, já que estavam prestes a perder a validade, o que possibilitou a vacinação da idosa com 81 anos.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que a logística de vacinação dos idosos acima de 85 anos cabe ao município e deve ser feita de uma forma que evite o desperdício. A SES-PE destacou que cada frasco contém dez doses da vacina. Depois de aberto, o imunizante é válido por apenas seis horas. Em situações excepcionais, o comitê técnico estadual recomenda que as doses restantes sejam utilizadas em pessoas que fazem parte de algum dos grupos prioritários, como os idosos acamados.

Comentários

Últimas notícias