COVID-19

PM flagra festa clandestina de Carnaval no bairro de Passarinho, Zona Norte do Recife

No local, dezenas de pessoas se aglomeravam descumprindo o decreto estadual de uso de máscaras

Danielle Santana
Danielle Santana
Publicado em 16/02/2021 às 13:44
Notícia

Divulgação/PM
Festa clandestina foi encerrada pela PM no último domingo (14) - FOTO: Divulgação/PM
Leitura:

Com informações do repórter Leonardo Vasconcelos, da TV Jornal

Uma festa clandestina de Carnaval foi encerrada pela Polícia Militar de Pernambuco no último domingo (14). O evento que aconteceu dentro de uma casa, no bairro de Passarinho, na Zona Norte do Recife, contava com a presença de dezenas de pessoas sem máscara.

De acordo com a PM, a festa foi descoberta depois que o núcleo de inteligência do órgão recebeu uma denúncia sobre o evento. Com base nas informações, uma equipe do Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI) e outras equipes do 11º bpm foram direcionadas até o local. Ao chegar na casa, os policiais constataram uma grande aglomeração de pessoas. "Em pleno descumprimento ao decreto estadual, todas essas pessoas estavam sem usar máscara", afirmou o tenente coronel comandante do 11º BPM. 

Segundo as informações obtidas pela PM, o imóvel havia sido alugado exclusivamente para o evento. "Não conseguimos localizar o responsável pelo imóvel, mas obtivemos informações que essa casa foi alugada para esse evento, por isso, não conseguimos identificar a pessoa e levar o responsável para a delegacia", comentou o tenente.

Após a intervenção da Polícia Militar, o evento foi encerrado e as pessoas que foram encontradas com algum ilícito penal foram conduzidas para a central de plantões, no bairro de Campo Grande, na Zona Norte do Recife. Na festa, também foi encontrado um celular que estava com queixa de roubo com uma das pessoas que estava presente no local. "Essa pessoa foi encaminhada para a central de plantões onde os procedimentos judiciários serão tomados", destacou o comandante do 11º bpm. Ele informou que esse foi o 3º evento do tipo registrado na região e que precisou ser finalizado pela corporação. 

Confira o momento da abordagem policial:

Eventos em Pernambuco

Desde o dia 25 de janeiro, o Governo de Pernambuco proibiu, durante 30 dias, a realização de eventos sociais e corporativos. Estão proibidas quaisquer festas e comemorações, incluindo festas de casamento, por exemplo. Missas e casamentos no religioso podem ocorrer seguindo as normas sanitárias, que foram revisadas recentemente para os matrimônios nas igrejas. "Celebrações religiosas são permitidas, casamentos podem acontecer. O que está proibido são festas e comemorações. Casamentos religiosos podem, mas festas estão proibidas pelo decreto, assim como eventos corporativos", afirmou o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes.

Comentários

Últimas notícias