AÇÕES

Operação Inverno: Recife investe R$ 96,6 milhões para diminuir impactos no período de chuva

O trabalho inclui a contenção de encostas, prevenção e monitoramento em áreas de risco, colocação de lonas plásticas e eliminação de pontos de alagamento

JC
JC
Publicado em 18/02/2021 às 21:17
Notícia

RODOLFO LOEPERT/PCR
O prefeito João Campos (PSB) fez o anúncio nesta quinta-feira (18) - FOTO: RODOLFO LOEPERT/PCR
Leitura:

Para tentar diminuir os impactos do período de chuvas no Recife, principalmente nos morros, a Prefeitura do Recife anunciou, nesta quinta-feira (18), um investimento de cerca de R$ 96,6 milhões na chamada Ação Inverno. O trabalho inclui a contenção de encostas, prevenção e monitoramento em áreas de risco, colocação de lonas plásticas e eliminação de pontos de alagamento.

>> Chuvas: Parte Central do Nordeste pode ficar abaixo da média de precipitações

>> Inverno chega, e com ele o medo de moradores de áreas de risco do Grande Recife

>> Em 19 anos, deslizamentos causaram mais de 30 mortes no Recife

>> Pernambuco registra mais de 20 morte

"A Ação Inverno é um conjunto de medidas, desde limpeza de canal, de galerias, da macro e microdrenagem, construção de barreiras, colocação de lonas, a atenção ao tráfego da cidade. São várias ações que simbolizam o cuidado e a presença da prefeitura na vida de cada recifense, sobretudo para atravessar o período do inverno que sempre costuma ter um índice de chuva muito grande na nossa cidade", afirmou o prefeito do Recife, João Campos.

Segundo a prefeitura, o trabalho teve início ainda no mês de janeiro, com 3.043 profissionais. A prefeitura prevê que sejam colocados 3,2 milhões de metros quadrados de lonas plásticas, 50 mil vistorias em pontos de risco e limpeza de 99 canais. Além disso, a promessa de eliminação de pontos de alagamento na Estrada das Ubaias (Zona Norte), Rua Senador Thomaz Lobo (Zona Oeste), e na Avenida Conselheiro Aguiar (Zona Sul).

De acordo com a secretária de Infraestrutura do Recife, Marília Dantas, a prefeitura já tem trabalhado em diversas frentes para mitigar os alagamentos e promover segurança aos recifenses no período chuvoso. "As ações são integradas, divididas em estruturais e não estruturais. As não estruturais são aquelas que demandam educação socioambiental que são feitas durante o ano todo, e as estruturais são ações de limpeza e manutenção urbana e a parte de contenções, que são obras definitivas, que trazem mais segurança para população e fazem com que essas áreas saiam do monitoramento da Defesa Civil, garantindo que menos famílias fiquem preocupadas durante o período de chuva", disse.

Além disso, foram instalados 189 nobreaks nos semáforos. O nobreak é responsável pelo funcionamento de 4 a 6 horas ao equipamento em caso de falta de energia.

João Campos afirmou, ainda, que é importante a colaboração da população para cuidar da cidade. "A gente aqui está falando de quase R$ 100 milhões destinados a ações de prevenção, dessa parte, próximo a R$ 40 milhões são destinados a limpeza de galeria, canal, então se tivesse menos lixo, menos resíduo nesses locais, a Prefeitura gastaria muito menos, o ambiente estaria protegido e a gente poderia usar esse recurso para construir uma escola, um hospital, uma Upinha. Então é muito importante que cada recifense faça a sua parte, cada pessoa que mora na cidade pode ajudar sim na limpeza, na conscientização, cuidando da cidade."

PARCERIA

A Ação Inverno 2021 também conta com a ampliação do Programa Parceria, que neste ano prevê a realização de mil obras. "O programa Parceria é um programa onde a Prefeitura oferece o material e a assistência técnica para o recifense, e o recifense ajuda com a mão de obra. A gente consegue fazer muito mais obras com essa modalidade, a velocidade é muito maior e o custo menor", completou o prefeito.

Comentários

Últimas notícias