abastecimento

Apesar das últimas chuvas, alguns reservatórios da Compesa no Grande Recife não acumularam água

A baixa quantidade de água nos reservatórios tem refletido diretamente na qualidade de vida de moradores de diversos bairros do Grande Recife

JC
JC
Publicado em 03/03/2021 às 23:08
Notícia

Foto: Aluísio Moreira/Compesa/Divulgação
Dos 62 reservatórios existentes em Pernambuco, 33 quase não têm água acumulada - FOTO: Foto: Aluísio Moreira/Compesa/Divulgação
Leitura:

Com informações da Rádio Jornal

Mesmo com um início de semana chuvoso na Região Metropolitana do Recife, os reservatórios de Botafogo, Várzea Una, Pirapama, Goitá, Duas Unas, Bita, Utinga, Tapacurá e Carpina, da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), não conseguiram acumular água. A informação foi repassada pelo diretor técnico de engenharia da Companhia, Flávio Figueiredo, na manhã desta quarta-feira (3).

>> Em seis horas, Recife registra chuva esperada para dez dias durante março

"Nós temos a percepção de que choveu muito na Zona Norte da capital, por exemplo, mas as barragens que apresentaram uma melhor respostas às chuvas foram as localizadas na Zona Sul", explicou, em entrevista à Rádio Jornal. 

A baixa quantidade de água nos reservatórios tem refletido diretamente na qualidade de vida de moradores de diversos bairros do Grande Recife. Isso porque desde o dia 25 de janeiro começou a valer, por tempo indeterminado, um novo calendário de abastecimento, que tem deixado algumas localidades sem água por até 20 dias.

>> Novo rodízio de água aumenta procura por baldes no Grande Recife

>> Novo rodízio de água aumenta a procura por caixa d'água no Grande Recife

Segundo o diretor, apesar da pandemia do novo coronavírus demandar uma necessidade maior de higiene pessoal, no momento não é possível mudar o regime de racionamento implantado. No entanto, as próximas chuvas poderão mudar a situação.

"A Agência Pernambucana de Águas e Climas (APAC) prevê uma frequência de chuvas, então a medida que os reservatórios começarem a acumular água, vamos diminuir o rodízio, como fizemos no ano passado assim que começou a pandemia", declarou.

Veja a quantidade de água que os reservatórios de água da RMR conseguiram acumular com as últimas chuvas:

Barragem Botafogo (Igarassu)
01/03: 4.51%
02/03: 4.94%
03/03: 4.99%

Barragem Várzea Una (São Lourenço da Mata)
01/03: 5.92%
02/03: 6 %
03/03: 6.07%

Barragem Pirapama (Cabo de Santo Agostinho)
01/03: 29,77%, %
02/03 : 33.26%
03/03: 34.83%

Barragem de Goitá (Paudalho)
01/03 1.63%
02/03: 1.66%
03/03: 1.70%

Barragem Duas Unas (Jaboatão dos Guararapes)
01/03 : 15.88%
02/03: 15.88%
03/03 : 15.88%

Barragem Bita (Cabo de Santo Agostinho)
01/03: 12.40%
02/03: 29.52%
03/03: 30.40%

Barragem Utinga (Cabo de Santo Agostinho)
01/03 : 10.12%
02/03: 14.36%
03/03: 14.61%

Barragem Tapacurá (São Lourenço da Mata)
01/03: 28.01
02/03 : 28.42%
03/03: 28.42%

Barragem Carpina (Lagoa do Carro)
01/02: 12.59 %
02/02 :12.62%
03/03 : 12.52%

 

Comentários

Últimas notícias