PANDEMIA

Covid-19: Com 95% de ocupação das vagas de UTI, Petrolina anuncia ampliação de leitos de terapia intensiva

A ampliação acontece através de parceria entre a gestão municipal e o Governo de Pernambuco; a prefeitura entrará com a infraestrutura de equipamentos e o governo estadual com as demais despesas

Vanessa Moura
Cadastrado por
Vanessa Moura
Publicado em 09/03/2021 às 20:03 | Atualizado em 09/03/2021 às 21:32
Divulgação/Jonas Santos
A prorrogação é para procedimentos que demandem internação hospitalar - FOTO: Divulgação/Jonas Santos
Leitura:

Dez novos leitos de UTI para tratamento de pacientes com a covid-19 serão abertos no município de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. A ampliação, que acontece após uma parceria entre gestão municipal e estadual, chega para desafogar o sistema público de saúde da cidade, que está com 95,5% de ocupação das vagas de terapia intensiva, de acordo com o boletim epidemiológico desta terça-feira (09).

Agora, segundo o prefeito, Miguel Coelho, Petrolina passa a ter 54 vagas na UTI da covid-19. Os leitos devem ser abertos ainda nesta quarta (10), após negociação direta do gestor municipal com a direção do Hospital Promatre de Juazeiro. A prefeitura entrará com a infraestrutura de equipamentos e o Governo do Estado com as demais despesas.

Além disso, o prefeito afirmou que, nas próximas semanas, outras 10 vagas de UTI devem ser abertas pelo Governo de Pernambuco na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. Há também a possibilidade de abrir novos leitos no hospital municipal de campanha, no Centro Monte Carmelo.

"Todos os municípios e governos estão fazendo um esforço enorme para abrir novas UTI. Faltam profissionais para fechar as equipes, e por conta do colapso em vários estados, existe uma busca intensa por equipamentos. Por isso, tem sido tão difícil ampliar a rede. É importante lembrar ainda que o número de internações é crescente, então, em pouco tempo, essas vagas devem ser preenchidas", explicou Miguel Coelho.

O prefeito ainda reforçou orientação à população para que todos colaborem neste momento e respeitem as medidas de contenção do vírus. "Para evitar o colapso, é preciso união de todos os entes da Federação, dos segmentos econômicos e da população. Nosso povo é forte e tenho confiança que vamos superar esse momento com todos unidos", afirmou.

Petrolina enfrenta um período delicado por conta do novo coronavírus. Na segunda (8), por exemplo, a cidade sertaneja teve cinco mortes por covid-19, o maior número de óbitos confirmados num único dia desde o início da pandemia. 

Boletim

O boletim epidemiológico divulgado nesta terça (09) mostra que Petrolina tem 17.265 casos confirmados da covid-19, 216 óbitos e 14.831 pessoas recuperadas da doença. 

Além disso, o balanço informa que que dos 44 leitos de UTI da rede pública da cidade - antes da abertura dos outros dez leitos anunciados pelo prefeito - 42 estão ocupados. Já em relação aos leitos de enfermaria, dos 140 disponíveis, apenas 25 estão sendo utilizados. 

Comentários

Últimas notícias