FISCALIZAÇÕES

Procon-PE interdita seis estabelecimentos em dez dias de quarentena mais rígida

A Operação Quarentena completou dez dias neste domingo (28)

Rute Arruda
Rute Arruda
Publicado em 28/03/2021 às 18:14
Notícia
DIVULGAÇÃO/PROCON-PE
A fiscalização passou por 11 municípios da Região Metropolitana do Recife e Interior - FOTO: DIVULGAÇÃO/PROCON-PE
Leitura:

Durante os dez primeiros dias de quarentena mais rígida em todo território pernambucano, com exceção do arquipélago de Fernando de Noronha, o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) Pernambuco interditou seis estabelecimentos por descumprirem as determinações do Governo do Estado. O balanço da operação, que teve início no dia 18 de março, foi divulgado neste domingo (28).

>> Pernambuco tem último final de semana de quarentena rígida

>> Academias poderão funcionar com horário ampliado e capacidade reduzida após quarentena em Pernambuco

>> Pernambuco estende quarentena até 31 de março e terá novo plano de convivência com a covid-19 em abril

>> Com novo plano de convivência com a covid-19 em Pernambuco, igrejas reabrem em abril

Além das interdições, as equipes autuaram outros 25 estabelecimentos. As 41 equipes estiveram em 499 locais em 11 municípios da Região Metropolitana do Recife e do Interior de Pernambuco, como Bezerros, Gravatá, Nazaré da Mata, Carpina e Buenos Aires.

DIVULGAÇÃO/PROCON-PE
A operação contou também com muitas orientações - DIVULGAÇÃO/PROCON-PE
DIVULGAÇÃO/PROCON-PE
Mais de 20 estabelecimentos foram interditados - DIVULGAÇÃO/PROCON-PE

Neste final de semana, o Corpo de Bombeiros interditou quatro marinas, todas localizadas em Maria Farinha, no município de Paulista, por estar com documentação irregular. Um dos estabelecimentos apresentou documentação falsa, e o responsável foi encaminhado para a delegacia.

Na última semana, as equipes interditaram uma bomboniere, em Camaragibe, no Grande Recife, uma loja de móveis, em Jaboatão dos Guararapes, uma loja de lingerie no Centro do Recife, e um bar no Hipódromo, na Zona Norte da capital. Segundo o Procon-PE, todos estavam abertos com atendimento ao cliente.

No entanto, o órgão frisou que a maioria dos locais visitados estavam cumprindo o decreto e que houve muito trabalho de conscientização. O secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, reforçou o papel da população no apoio às fiscalizações.

"O consumidor tem sido nosso principal fiscal. Das interdições feitas durante o período de quarentena, grande parte foram de denúncias realizadas em nossos canais de comunicação", comentou.

Últimos dias da quarentena em Pernambuco

A quarentena em Pernambuco segue até o próximo dia 31 de março. A partir do dia 1º de abril, o Estado entrará em um novo plano de convivência, com reabertura do comércio, retorno das aulas e reabertura das praias, e segue até o dia 25 do mesmo mês. O último dia de medidas mais restritivas terminaria neste domingo (28), mas o Governo de Pernambuco decidiu por estender o período até a quarta-feira (31). 

“As atividades econômicas poderão reabrir das 10h às 20h nos dias de semana, e das 9h às 17h aos sábados, domingos e feriados. As praias voltarão a ter atividades físicas individuais permitidas, e a volta às aulas estará liberada a partir do próximo dia 5 de abril, para a rede privada e para o ensino médio da rede estadual”, explicou o governador Paulo Câmara. Além disso, as celebrações religiosas poderão voltar a acontecer, desde que obedecendo aos protocolos e horários pré-estabelecidos.

Entenda como será o funcionamento das atividades a partir de abril

  • Atividades econômicas funcionarão das 10h às 20h nos dias de semana, e das 9h às 17h nos sábados, domingos e feriados; 
  • Atividades físicas individuais nas praias retomarão no dia 5 de abril;
  • Aulas na rede privada e no ensino médio da rede estadual também no dia 5 de abril, das 6h às 22h, com capacidade de 50%. A decisão é válida para o ensino superior, médio, fundamental I  e II e infantil;
  • Celebrações religiosas autorizadas das 5h às 20h durante a semana e das 5h às 17h nos fins de semana e feriados;
  • Academias e similares poderão reabrir das 5h às 20h durante a semana e das 5h às 17h nos fins de semana e feriados;
  • Serviços de alimentação, lanchonetes, bares e restaurantes autorizados das 5h às 20h durante a semana e 9h às 17h nos fins de semana e feriados, com capacidade de 50%. Delivery, drive thru e pontos de coleta permitidos após as 20h durante a semana e 17h nos finais de semana;
  • Comércio varejista no centro e bairros poderão reabrir das 10h às 20h durante a semana e 9h às 17h nos finais de semana. Os estabelecimentos devem cumprir a determinação de um cliente a cada cinco metros quadrados no interior das lojas;
  • Escritórios comerciais e prestação de serviços poderão funcionar das 10h às 20h durante a semana e das 9h às 17h nos fins de semana e feriados, com capacidade máxima de 50% e distanciamento de 1,5 metro entre as estações de trabalho;
  • Shoppings centers e galerias comerciais seguem o horário da semana e finais de semana já determinados para o período, e devem respeitar a capacidade de um cliente a cada dez metros em circulação, e um cliente a cada cinco metros quadrados no interior das lojas.

Comentários

Últimas notícias