TRANSTORNOS

Volta para casa mais complicada com paralisação da Linha Sul do Metrô do Recife

O Grande Recife Consórcio de Transporte divulgou, no final desta tarde, um plano de reforço das linhas de ônibus

JC
JC
Publicado em 06/04/2021 às 16:31
Notícia
Bobby Fabisak/JC Imagem
Movimentação na estação Joana Bezerra, área central do Recife, no horário de pico ao fim da trade desta terça-feira (6) - FOTO: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

atualizada às 22h04

Desde o início da manhã desta terça-feira (6) as estações da Linha Sul do Metrô do Recife estão sem funcionar. Segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), um problema afetou a rede aérea da linha. O transtorno teve início por volta das 5h50, e, de acordo com a CBTU, ainda não há previsão de normalização do serviço. A volta para casa de milhares de usuários pode ser bastante complicada. Sem metrô, o Grande Recife Consórcio de Transporte divulgou um plano de reforço das linhas de ônibus. 

>> Estações da Linha Sul do Metrô do Recife são fechadas temporariamente após problemas

>> Trem apresenta problemas e passageiros são evacuados no Metrô do Recife

A CBTU disse que os trabalhos para resolver o problema continuam. Segundo o Grande Recife Consórcio,  neste final de tarde e durante o período da noite entrará em circulação a linha especial TI Aeroporto/TI Cajueiro Seco, com tarifa anel A (R$ 3,75), operada pela empresa Vera Cruz.

Além disso, haverá reforço nas linhas TI Aeroporto/TI Afogados, que também fará viagens até o Cais de Santa Rita, na área central do Recife, na TI Cajueiro Seco (Rua do Sol), TI Tancredo Neves (Conde da Boa Vista), TI Cajueiro Seco/Shopping Recife e TI Cabo. 

Às 21h50 desta terça, o Grande Recife Consórcio de Transporte informou que ainda não sabe se haverá reforço no transporte público nesta quarta-feira (7) porque depende de um posicionamento da CBTU a respeito da normalização dos serviços. O JC entrou em contato com a companhia para saber como será a operação nesta quarta, mas ainda não obteve resposta. No último contato, ainda não havia previsão de retorno.


Aumento de tarifa

Desde o dia 20 de março a tarifa do metrô passou de R$ 4 para R$ 4,25. Este é o sétimo reajuste das tarifas num intervalo de um ano e oito meses. E são majorações que já ultrapassam os 80%. Em março de 2019, a passagem subiu de R$ 1,60 para R$ 2,60 e, de lá até agora, chegou a R$ 4,25.

No perfil oficial da CBTU Recife, os usuários não pouparam críticas à administração. Muitos consideraram que a manutenção do aumento da passagem é um desrespeito com a população, diante da adoção de medidas mais restritivas para conter a disseminação da covid-19. Além disso, eles cobraram melhorias do sistema metroviário que pudessem corresponder ao novo valor cobrado.

>> Metrô do Recife tem o sétimo aumento da tarifa desde 2019. Não tem passageiro que aguente

Comentários

Últimas notícias