Pandemia

Samu Recife registra aumento de chamadas de ambulâncias para atender pacientes graves de covid-19

Média móvel, que avalia os últimos sete dias, mostra um aumento para 59 ambulâncias

Adriana Guarda
Adriana Guarda
Publicado em 10/04/2021 às 18:25
Notícia
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Nesse sábado (26), foram enviadas 38 ambulâncias para atendimentos SRAG - FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Leitura:

O Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU) do Recife tem servido como termômetro para acompanhar o crescimento de casos graves de covid-19. Segundo informações do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde do Recife, os chamados de ambulâncias para atender pacientes graves da doença dispararam em março e abril. Se no início do ano, a média móvel diária de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) era de 16 solicitações, nessa sexta-feira (9) chegou a 59. 

Os pedidos de socorro ao SAMU coincidem com o aumento do número de casos. Na sexta-feira (9) - último boletim disponível - o Recife registrou 602 novos casos de covid-19 e oito mortes. Assim, o município totaliza 93.210 casos confirmados e 3.482 óbitos.

>> Samu segue batendo recorde de atendimento a pacientes com covid-19 no Recife

>> Samu Recife tem alta em chamados de pacientes com sintomas de covid-19; veja bairros que mais solicitaram atendimento

Um dos receios é que o aumento dos chamados do SAMU para atender a pacientes graves possa significar mais pressão na rede de saúde. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, dos 130 leitos de UTIs disponíveis, 103 (80%) estão ocupados. 

BAIRROS MAIS AFETADOS

Atualmente, os bairros com o maior números de casos de covid-19 são Boa Viagem (197), Iputinga (71), Cohab (71), Várzea (66), Ibura (66), Santo Amaro (55), Casa Amarela (52) e Cordeiro (50).  

A reportagem do JC entrou em contato com a Secretaria de Saúde do Recife para obter mais informações sobre a estrutura do Samu para atender o maior número de casos, o quadro de saúde dos profissionais que trabalham nas ambulâncias e sobre a possibilidade de reforço no número de veículos, mas até a postagem desta matéria não obteve retorno. 

Comentários

Últimas notícias