abastecimento

Veja como está a situação das barragens do Grande Recife após intensas chuvas da última semana

A barragem de Duas Unas, por exemplo, que fica localizada em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, e opera de forma integrada ao Sistema Tapacurá, está com quase 90%

Bruna Oliveira Cássio Oliveira
Bruna Oliveira
Cássio Oliveira
Publicado em 17/05/2021 às 18:37
Notícia
Foto: Rodrigo Lôbo/ Acervo JC Imagem
O complexo de Tapacurá está é composto por três barragens: duas de terra e uma de concreto (principal), com capacidade máxima de 104 milhões de metros cúbicos - FOTO: Foto: Rodrigo Lôbo/ Acervo JC Imagem
Leitura:

Com informações da Rádio Jornal

A grande quantidade de chuvas registradas em Pernambuco na semana passada resultou no acúmulo de água nas barragens localizadas no Estado. A de Duas Unas, por exemplo, que fica localizada em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, e opera de forma integrada ao Sistema Tapacurá, passou de 43.99%, no último dia 12 de maio, para 89,86%. 

"Ela é uma barragem pequena, mas é muito boa. Com essas chuvas, já está com quase 90% da capacidade de armazenamento. Podemos diminuir um pouco a retirada de Tapacurá e jogar mais água de Duas Unas", declarou Flávio Figueiredo, diretor técnico de Engenharia da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) em entrevista concedida à Rádio Jornal na manhã desta segunda-feira (17).

>> Em 14 dias, Recife registrou 134% da chuva esperada para todo o mês de maio

>> Chuvas beneficiaram quase todas as barragens do Grande Recife, afirma diretor da Compesa à Rádio Jornal

O Sistema de Tapacurá é a maior barragem da Região Metropolitana do Recife (RMR) e, com isso, tem a grande responsabilidade de acumular água que será distribuída para a população do Grande Recife. Apesar das chuvas, esse reservatório, infelizmente, foi o que apresentou menor sinal de recuperação. Em 12 de maio, a barragem estava com 30.32% e atualmente se encontra com 35.56%.

Mesmo que ainda possua uma grande responsabilidade no abastecimento de água, o Sistema de Tapacurá atualmente "carrega um peso menor nas costas". Isso porque, após a barragem de Pirapama, no Grande Recife, ser inaugurada, a responsabilidade foi dividida entre os dois reservatórios. Com as chuvas da semana passada, Pirapama chegou a 96.26% (atualmente) de acumulação, quando no dia 12 de maio estava com 68.51%.

Situada em Igarassu, a barragem de Botafogo, que atende os municípios de Olinda, Paulista, Igarassu e Abreu e Lima, atingiu, por sua vez, 35,63% de nesta segunda. Já a barragem de Várzea do Una, situada em São Lourenço da Mata, também teve um resultado bastante positivo. Esse manancial, responsável pelo abastecimento de São Lourenço, estava também em situação crítica. Em 12 de maio, a barragem estava com 17.42 % e hoje registra 37.86% do seu volume total.

De acordo com Flávio Figueiredo, a situação dos reservatórios é boa em todo o Estado, com exceção do Alto do Capibaribe. "Por enquanto estamos em um bom cenário, apenas no Alto do Capibaribe que os níveis estão preocupantes. As chuvas chegaram até Caruaru, mas não chegaram até lá", concluiu. 

Comentários

Últimas notícias