Notícias da Manhã

Queiroga na mira da CPI; manifestações no Recife no fim de semana; nono dia de caça à Lázaro. Comece o dia bem informado

Veja as principais notícias do Jornal do Commercio na manhã desta quinta-feira (17)

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 17/06/2021 às 7:48
Notícia
EDILSON RODRIGUES/AGÊNCIA SENADO
ANS Segundo Queiroga, ele seria criticado se não debatesse desde já a possibilidade de envolver planos - FOTO: EDILSON RODRIGUES/AGÊNCIA SENADO
Leitura:

Confira o que você precisa saber para começar o dia bem informado

Marcelo Queiroga na mira da CPI

EDILSON RODRIGUES/AGÊNCIA SENADO
Queiroga foi ouvido duas vezes na CPI da Covid - EDILSON RODRIGUES/AGÊNCIA SENADO

O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), vai pedir que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, seja incluído oficialmente na lista de investigados do colegiado. O médico se tornará, assim, o primeiro ministro ainda no cargo a ser investigado por uma CPI no governo Jair Bolsonaro.

Além de Queiroga, Renan deve transformar em investigados os ex-ministros Eduardo Pazuello (Saúde) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores), o ex-secretário de Comunicação da Presidência Fábio Wajngarten, e a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação no Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, conhecida como "Capitã Cloroquina" pela defesa do medicamento sem eficácia contra a covid-19. Isso significa que, na visão da CPI, eles tiveram participações em atos ilícitos.

Leia mais:

Barroso autoriza Carlos Wizard a ficar em silêncio na CPI da Covid

CPI da Covid fará sessão secreta com Witzel e quebrará sigilos de gestoras de hospitais do Rio de Janeiro

Manifestações pró e contra Bolsonaro no Recife

Por Renata Monteiro

FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
No último dia 29, manifestantes fizeram um ato no Recife pedindo o impeachment do presidente, mas o protesto acabou com repressão violenta da PM - FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM

Duas manifestações, uma contra e outra favorável ao governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), estão marcadas para ocorrer no próximo fim de semana (19 e 20 de junho) no Recife. Estes vão ser os primeiros protestos deste tipo realizados na capital pernambucana desde que, no dia 29 de maio, um ato promovido por partidos e movimentos de esquerda foi duramente atacado por policiais militares na área central da cidade.

O primeiro ato vai ocorrer no sábado (19), e será uma nova edição do Dia Nacional de Mobilização por Fora Bolsonaro. Já no domingo (20), o movimento Aliança por Pernambuco - que reúne vários grupos de direita pernambucanos que apoiam o presidente - vai realizar a "motociata" Acelera, Patriota!

Leia mais:

Ato com aglomeração contra Bolsonaro no Recife é dispersado pela polícia com balas de borracha e gás de pimenta

'Não é hora de palco', dizem deputados de esquerda sobre CPI para investigar ação policial em protesto no Recife

Nono dia de caça ao criminoso mais procurado do Brasil: Lázaro Barbosa, o serial killer do DF

Por Amanda Azevedo

REPRODUÇÃO/POLÍCIA CIVIL
Lázaro é suspeito de assassinar quatro pessoas da mesma família - REPRODUÇÃO/POLÍCIA CIVIL

A perseguição a Lázaro Barbosa, conhecido como o "serial killer do Distrito Federal", entrou no nono dia nesta quinta-feira (17), mobilizando centenas de policiais. Apesar do secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Rocha Miranda, ter dito nessa quarta-feira (16) que era "uma questão de horas" até a captura acontecer, o homem, suspeito de matar uma família em Ceilândia, segue foragido. 

Leia mais:

Estou há três dias sem dormir, diz mulher que teria sido estuprada por Lázaro, o serial killer do Distrito Federal

Polícia divulga possíveis disfarces de Lázaro Barbosa, serial killer do DF; veja imagens

Policial baleado por Lázaro Barbosa, serial killer do DF, recebe alta

Em choque, companheira de Lázaro Barbosa, o serial killer do DF, espera que ele se entregue aos policiais


REPRODUÇÃO/POLÍCIA CIVIL
SUSPEITO Fugitivo teria roubado casa semanas antes de assassinato - FOTO:REPRODUÇÃO/POLÍCIA CIVIL
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
No último dia 29, manifestantes fizeram um ato no Recife pedindo o impeachment do presidente, mas o protesto acabou com repressão violenta da PM - FOTO:FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM

Comentários

Últimas notícias