Afogamento

"Ela voltou algumas vezes, mas a fatalidade aconteceu", relata bombeiro que ajudou no socorro de banhista que morreu afogada em Porto de Galinhas

Acidente ocorreu nesta terça-feira (31)

Douglas Hacknen
Douglas Hacknen
Publicado em 31/08/2021 às 22:52
Notícia
REPRODUÇÃO/TV JORNAL
PERIGO Mesmo com sinalização de alerta, banhistas se arriscaram - FOTO: REPRODUÇÃO/TV JORNAL
Leitura:

Dois turistas, um homem de Goiás e uma mulher do Mato Grosso do Sul, se afogaram na manhã desta terça-feira (31), na praia de Porto de Galinhas, em Ipojuca, no Grande Recife. As vítimas estavam hospedadas em um hotel que fica no trecho da praia onde há bandeiras alertando sobre risco de afogamento, próximo ao Enotel Porto de Galinhas. A mulher de 38 anos, identificada como Scharlene Ferreira Rodrigues, foi levada ao hospital em estado gravíssimo e não resistiu.

Scharlene entrou no mar em uma área onde existem sinalizações do risco de afogamento. Ao perceber que ela estava se afogando, Kairo César Pimentel Felipe, de 28 anos, tentou ajudar, mas também foi levado pela correnteza e começou a se afogar. Uma terceira pessoa que estava com eles na praia também tentou ajudar entrando no mar, mas só conseguiu socorrer Kairo. Um ex-salva vidas que caminhava na praia foi quem resgatou a mulher e acionou o salva-vidas e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Testemunhas contaram que os turistas passaram a noite ingerindo bebida alcoólica. Pela manhã, por volta das 5h20, resolveram entrar no mar. Minutos depois, ocorreu a tragédia. 

Um ex-salva-vidas que caminhava pela praia foi quem resgatou Scharlene e acionou o salva-vidas da prefeitura e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

"Foi feito procedimento de intubação, montando uma 'mini UTI' na praia. Teve resultado, ela voltou algumas vezes, mas a fatalidade aconteceu", contou o bombeiro civil Daniel de Oliveira, que chegou ao local minutos depois do afogamento e ajudou no socorro.

Os banhistas foram levados para o Hospital Carozita Brito, também em Ipojuca. O homem de 28 anos, ficou observação com o quadro de saúde considerado estável e passou por processos de reidratação e reaquecimento. Kairo recebeu alta por volta das 11h, informou a Prefeitura de Ipojuca em nota.

A administração municipal também ressaltou a importância do respeito aos avisos de "perigo" que há em alguns locais da praia.

"Pedimos a todos os turistas e veranistas que respeitem a sinalização das bandeiras vermelhas dos locais em que há risco de afogamento bem como as orientações dos salva-vidas. Desta forma evitaremos afogamentos", finaliza a nota.

Comentários

Últimas notícias