Obras

Praia de Gaibu, no Cabo de Santo Agostinho, terá intervenção para conter avanço do mar

A Prefeitura da Cidade anunciou melhorias na infraestrutura. Hoje, a água já impacta no calçadão da praia e em casas próximas á área costeira

Cássio Oliveira
Cássio Oliveira
Publicado em 29/09/2021 às 12:45
Notícia
ARNALDO CARVALHO/ACERVO JC IMAGEM
Praia de Gaibu - FOTO: ARNALDO CARVALHO/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

A Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho realizará uma obra para conter o avanço do mar na praia de Gaibu. Nessa terça-feira (28), o prefeito Keko do Armazém (PL) assinou um contrato de operação de crédito no valor de R$ 90 milhões junto à Caixa Econômica Federal, por meio do Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), para essa e outras melhorias na infraestrutura do litoral da cidade.

De acordo com o secretário-executivo de Obras, Marcos Matoso, será realizado um enrocamento em Gaibu. A solução técnica visa amortecer o avanço do mar com uma estrutura executada em pedra. A ideia é proteger a área do calçadão contra efeitos erosivos causados pelos fluxos de água.

"Ondas cada vez maiores invadem o calçadão e destroem parte da estrutura por conta da erosão. Então o enrocamento protegerá tanto o calçadão com a área costeira. Essa estrutura quebra a força da água, faz com que a onda se dissipe. O modelo é parecido com o de Boa Viagem, no qual pedras são agrupadas e há um nivelamento a depender da região", destacou o secretário em entrevista ao JC.

Do total de recursos, R$ 4 milhões serão investidos nessa obra na praia de Gaibu. De acordo com Matoso, a expectativa é dar início à licitação em torno de 45 a 60 dias, por conta de trâmites burocráticos. Hoje, segundo ele, já há reclamação de moradores e comerciantes, pois no período de maré alta, a água, além de tomar o calçadão, chega a invadir residências mais próximas à área costeira.

"Investindo em infraestrutura, podemos trazer cada vez mais investimentos ao município. Seja da hotelaria, da gastronomia, o próprio turista que quer visitar, fora a população da cidade que se sente melhor em pagar os impostos vendo o retorno. Então, a sociedade é quem ganha com isso", concluiu.

Finisa 

Léo Domingos/Divulgação
Prefeito do Cabo de Santo Agostinho assinou contrato de operação de crédito no valor de R$ 90 milhões junto à Caixa Econômica - Léo Domingos/Divulgação

Os R$ 90 milhões do Finisa que o Cabo conseguiu liberar serão somados a uma complementação de aproximadamente R$ 27 milhões do fundo municipal para viabilizar serviços de pavimentação asfáltica, drenagem pluvial, sinalização viária, iluminação pública, calçadas acessíveis, construção de praças e pequenos parques urbanos. O custo total de investimentos em infraestrutura e saneamento somam R$ 117 milhões.

“Esse é um sonho antigo. Planejamos a requalificação da orla do Cabo em 2019, enquanto estive prefeito nos 360 dias, mas hoje, podemos comemorar essa conquista que será um grande divisor de águas no desenvolvimento do potencial turístico, cultural e de geração de emprego e renda do nosso litoral”, disse Keko do Armazém. As intervenções estão previstas para serem iniciadas em até 90 dias, com prazo para conclusão de 24 meses.

Dentre as obras que integram o contrato encaminhado à Caixa, além do enrocamento em Gaibu, estão serviços de terraplanagem, pavimentação e drenagem em mais de 160 ruas; requalificação urbana da orla de Gaibu; requalificação da estrada de acesso à Suape; Canal do Boto, anel viário 03, estrada velha de Suape, requalificação da Avenida Laura Cavalcanti e construção do Centro de Atenção ao Turista (CAT). Segundo Matoso, serão instaladas rampas na praia de Gaibu para melhorar a acessibilidade no local para pessoas com deficiência.

Jaboatão

Em julho passado, Jaboatão dos Guararapes também anunciou que iria ganhar uma nova orla, com investimento total no projeto de mais de R$ 20 milhões. Serão instaladas estações de alongamento; academias do idoso, da saúde e espaços adaptados para pessoas com deficiência; ecoparques infantis, áreas com estrutura voltada a crianças com deficiência e praça de eventos. O projeto prevê, ainda, construção de calçadão, requalificação de calçadas, pista de cooper, ciclovia e sistema de iluminação de LED.

>> Nova orla da Praia de Piedade, em Jaboatão, estimada em R$ 20 milhões, preocupa ambientalistas

>> Entenda como será interdição de trecho da praia de Piedade, em Jaboatão, após ataques de tubarão

>> Feriado leva muitos à praia na Igrejinha de Piedade, reduto de ataques de tubarão; mas público não entra no mar

O prefeito Anderson Ferreira ressaltou os benefícios da nova orla à população. “Não podia deixar de agradecer a toda população de Jaboatão, aos moradores e frequentadores da orla. Esse projeto vai dar outra dimensão a essa orla maravilhosa que temos. Projetos que trazem tanto um bem estar tanto para a população de uma área privilegiada, como na orla, como também para toda a população.”

 

Léo Domingos/Divulgação
Prefeito do Cabo de Santo Agostinho assinou contrato de operação de crédito no valor de R$ 90 milhões junto à Caixa Econômica - FOTO:Léo Domingos/Divulgação

Comentários

Últimas notícias