'Tarrafas II'

Suspeitos de homicídios, lavagem de dinheiro e corrupção são alvo de operação da Polícia Civil em Pernambuco

A ação conta com a atuação de 200 policiais, entre delegados, agentes e escrivães, além de representantes da Corregedoria da SDS, OAB-PE e Giso/SDS.

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 17/11/2021 às 6:34
Wellington Lima/JC Imagem
Fachada do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (DRACCO) - FOTO: Wellington Lima/JC Imagem
Leitura:

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quarta-feira (17) a 75ª Operação de Repressão Qualificada de 2021, que mira uma organização criminosa responsável por crimes de homicídio, tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. As investigações que deram início à operação batizada de "Tarrafas II" começaram em novembro de 2019.

A ação, ligada à Diretoria Integrada Especializada (Diresp), conta com a atuação de 200 policiais, entre delegados, agentes e escrivães lotados nos departamentos de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri) e de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco).

Na ação atuam ainda representantes da Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social (SDS), Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE) e Gerência de Inteligência e Segurança Orgânica (Giso/SDS).

Durante a operação, 16 mandados de prisão e 27 de busca e apreensão domiciliar, expedidos pela 2ª Vara Criminal de Olinda, estão sendo cumpridos. Além disso, os policiais realizam o bloqueio de ativos financeiros, bens e direitos também autorizado pela Justiça.

Detalhes

A polícia não revelou detalhes como nomes dos suspeitos e área de atuação do grupo criminoso. Em nota enviada à imprensa, a corporação se limitou a informar que “os detalhes da referida operação serão divulgados pela Assessoria de Comunicação da Polícia Civil, em momento oportuno”.

Comentários

Últimas notícias